Vocês o amam

1 Pedro 1.8-9: O amor a Cristo não é cego, mas não o enxergamos com os olhos.

Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, creem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa, pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas. 1 Pedro 1.8-9

A distância tende a esfriar o amor e a amizade. Cristo não é distante, mas também não é visível. Mesmo assim, temos com ele relacionamento próximo. Ele habita no coração do seu seguidor. Sua presença poderosa em nós faz crescer cada vez mais o nosso amor por ele. Continue lendo “Vocês o amam”

Jesus me conhece a fundo

Marcos 7.21-22: Eu me engano, mas Jesus me conhece.

Pois do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez. Marcos 7.21-22

Para esconder sua maldade, o homem inventou a teoria da evolução. Ele afirma estar melhorando. Acredita na bondade humana. Pensa que a educação resolve os problemas sociais. O homem tem muita fé no homem. Continue lendo “Jesus me conhece a fundo”

Mediante a fé

Efésios 3.17: Maravilhosa oração de Paulo pelos efésios pode ser a nossa também.

para que Cristo habite no coração de vocês mediante a fé; (…)
Efésios 3.17a

Este verso faz parte da oração do apóstolo Paulo pelos cristãos na cidade de Éfeso.

A habitação de Cristo (e do Pai e do Espírito Santo) no coração não é nada mística, mas sim espiritual. Não é menos real por isso. Pelo contrário, é mais real. Ele é presente de verdade. A expressão de Paulo não é mero sentimento, não é apenas uma frase como as pessoas falam hoje a respeito de outra pessoa. Continue lendo “Mediante a fé”

Jesus fala a verdade

Lucas 4.24: Jesus nunca pensou em preservar a boa opinião dos outros a seu respeito.

Continuou ele: “Digo-lhes a verdade: Nenhum profeta é aceito em sua terra”. Lucas 4.24

No início do ministério de Jesus, todos falavam bem dele e de seu ensino. Todos o elogiavam. Mas quando veio a hora, num sábado na sinagoga, de ele ler as Escrituras e de aplicá-las aos seus ouvintes—na sua própria cidade—ele lhes falou a verdade que mais precisavam ouvir. Assim, ficaram enfurecidos e tentaram matá-lo. Continue lendo “Jesus fala a verdade”

Jesus, motivo de arrependimento

Atos 17.30-31: A ressurreição de Cristo é prova do juízo final e da necessidade do arrependimento.

No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Atos 17.30-31

Antes de Cristo vir ao mundo, Deus era mais tolerante. Ele permitiu coisas, até entre o povo de Israel, que hoje não permite mais, Mateus 19.3-12. Agora, porém, na nova aliança que Deus fez em Cristo, as coisas mudaram. Continue lendo “Jesus, motivo de arrependimento”

Quero conhecer Cristo

Filipenses 3.10: O Caminho se resume no conhecimento de Deus e de Cristo.

Quero conhecer Cristo, o poder da sua ressurreição e a participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dentre os mortos.
Filipenses 3.10-11

Reagindo contra uma perspectiva subjetiva do conhecimento de Deus, alguns negam que o Caminho se resume na restauração do nosso relacionamento com o Senhor. Certos grupos religiosos afirmam conhecer Deus por sentir algo no coração. Mas o coração humano engana, Jeremias 17.9. A certeza do conhecimento de Deus se baseia na revelação bíblica. Temos de escutar a Bíblia, e não o coração. Continue lendo “Quero conhecer Cristo”

Jesus sabia

João 13.3: Este conhecimento, como Jesus tinha, nos torna livres para servir.

Jesus sabia que o Pai havia colocado todas as coisas debaixo do seu poder, e que viera de Deus e estava voltando para Deus; João 13.3.

Com estes conhecimentos Jesus levantou-se da mesa e serviu os seus seguidores. Sua confiança no Pai e sua certeza de origem e de destino permitiram que ele ficasse livre para servir. Ele não tinha nada a provar. Não precisava se projetar como o Mestre nem competir com ninguém. Estava seguro na sua pessoa. Continue lendo “Jesus sabia”

Cabeça e calcanhar

Gênesis 3.15: Jesus é o descendente que derrota a serpente.

Porei inimizade entre você e a mulher, entre a sua descendência e o descendente dela; este lhe ferirá a cabeça, e você lhe ferirá o calcanhar. Gênesis 3.15

Depois do pecado de Adão e Eva, quando confrontados pelo Senhor, Adão culpou Eva e Eva culpou a serpente. Em ordem inversa o Senhor pronuncia o castigo para os três. O verso acima faz parte da maldição da serpente. Continue lendo “Cabeça e calcanhar”

O Senhor cooperava com eles

Marcos 16.20: O Senhor coopera com os cooperadores no evangelho.

Então, os discípulos saíram e pregaram por toda parte; e o Senhor cooperava com eles, confirmando-lhes a palavra com os sinais que a acompanhavam. Marcos 16.20

O último verso do evangelho de Marcos observa que os discípulos obedeceram à ordem do Senhor Jesus e este por sua vez cumpriu sua promessa de sinais miraculosos para acompanhar seu trabalho. Continue lendo “O Senhor cooperava com eles”

Elevado aos céus

Marcos 16.19: Jesus subiu aos céus e de lá reina sobre seu povo.

Depois de lhes ter falado, o Senhor Jesus foi elevado aos céus e assentou-se à direita de Deus. Marcos 16.19

Jesus precisava voltar aos céus depois de cumprir sua missão. Ele enviou o Espírito Santo para estar com os discípulos duma forma que ele não podia em forma física. Do céu ele reina e comanda todas as operações das suas forças celestiais e humanas, pois continua presente, mesmo não estando entre nós fisicamente. Para sua presença espiritual não existem limites. Continue lendo “Elevado aos céus”