A coisa não aconteceu bem assim, não

Leia o texto bíblico com cuidado.

Olhe só: que coincidência feliz que Pedro e João estavam levando a sua vida normalmente quando apareceu do nada uma oportunidade de ensinar o evangelho. Seria bom se nós tivéssemos isso, não é? Mas não foi bem assim. Leia uma vez, duas vezes, o que diz o texto bíblico:

Certo dia Pedro e João estavam subindo ao templo na hora da oração, às três horas da tarde.
Atos 3.1 NVI

Muitas vezes se tira conclusões não justificadas do texto bíblico. O verso acima informa quando Pedro e João subiram ao templo, “na hora da oração”, mas não divulga o motivo por que subiram. É comum ouvir pessoas dizerem que subiram ao templo para orar.

Quando Lucas quer indicar propósito, ele sabe muito bem como fazê-lo. Em Atos 20.7, por exemplo, o autor afirma que se reuniram “a fim de partir o pão” (A21). Neste momento, a finalidade ficou bem clara. Mas ele não disse isso em Atos 3.1.

Por que então Pedro e João foram ao templo neste horário? Pode ser que foram para um momento de oração, mas isso seria com a igreja, que usava o templo neste período na história para algumas das suas reuniões. Pode ser.

Outra boa possibilidade é que Pedro e João, indo de dois em dois, como Jesus os tinha enviado nas missões de pregação, estavam cumprindo a missão do Senhor para ser testemunhas dele em Jerusalém, conforme Atos 1.8. Pois sabiam que haveria muitas pessoas no templo nesta hora que precisavam ouvir a mensagem de Cristo.

Em outras palavras, estavam pregando o evangelho, o que de fato fizeram, após Deus criar a oportunidade para isso, ao curarem os apóstolos o paralítico. Não foi por acaso que eles iam para o templo e, de repente, acabaram falando do evangelho. Foi tudo planejado!

Não devemos fazer o mesmo? Estamos acostumados a ir na igreja (e por isso lemos o verso acima nestes termos), mas e para levantarmos e falarmos do arrependimento e da salvação de forma proposital?

Pai, temos o evangelho em nossas mãos, pela sua graça. Que possamos ir até as pessoas e proclamá-lo a todo momento, como Jesus nos mandou. Amém.

Segure este pensamento: Farei planos e irei até as pessoas para procurar oportunidade de ensinar o evangelho.

4 pensamentos em “A coisa não aconteceu bem assim, não”

  1. Já fiz algumas pregações, mas percebo que o pecado está cada vez mais perto de mim assim como as dificuldades, e isso me desanima as vezes. O desanimo talvez seja o maior inimigo que enfrentamos hoje. Senhor afasta de mim o desanimo.

    1. O desânimo é uma luta para muitos de nós. Temos de olhar sempre para o Senhor, ao invés dos problemas e tentações, pois ele nos livrará no meio deles. Oro por você.

Deixe uma resposta