A culpa foi de quem?

Deus foi responsável pela morte de pessoas inocentes?

Anjo liberta PedroO Senhor tirou Pedro da prisão, guardado por quatro grupos de quatro soldados cada, por meio de um milagre. De outra forma, o rei Herodes o teria matado no próximo dia.

Mas veja o que aconteceu em seguida:

Quando amanheceu, houve uma grande confusão entre os soldados, pois eles não sabiam o que tinha acontecido com Pedro. Herodes mandou que o procurassem, mas não o acharam. Então, depois de fazer perguntas aos guardas, mandou matá-los.
Atos 12.18-19 NTLH

Morreram dezesseis pessoas inocentes após Deus ter resgatado Pedro da prisão. Mas não devemos dizer que morreram como consequência do milagre.

Alguns podem perguntar: Mas se Deus que sabe todas as coisas sabia que esses 16 soldados morreriam por perder seu preso, porque ele não impediu que Herodes mandasse matá-los? Por que não mandou seu anjo o ferir, como fez no final do capítulo, mais cedo, para evitar que as mortes acontecessem?

A resposta é simples: Deus não é culpado pelas atitudes das pessoas que reagem contra sua obra.

Tiremos outra lição desse momento: temos a tendência de nos culpar quando outras pessoas tomam atitudes erradas ou prejudiciais. Pensamos que, se não tivêssemos feito isso ou aquilo, a pessoa não teria agida daquela forma. Mas se alguém decidiu contra a vontade de Deus, a decisão foi dela, como Herodes foi totalmente culpado pela morte dos soldados.

Não ponhamos em Deus a culpa pelas atitudes dos homens, e não nos culpemos pelas decisões dos outros.

2 pensamentos em “A culpa foi de quem?”

  1. Uma importante e prudente meditação. Realmente a nossa tendência é ficar nos culpando pelas coisas que acontecem; isto nos coloca pra baixo e vulneráveis. Creio que Deus não quer isto, mas o inimigo sim. Este quer nos ver cabisbaixo, entristecidos e inoperantes. Pelo contrário, o Senhor quer nos ver erguidos, alegres e operantes em Cristo. Que esta meditação sirva para refletirmos em como agiremos daqui pra frente, ou seja, de acordo com a vontade de Deus, atentos aos detalhes de tudo o que acontece, tirando proveito, ensino e alerta para as nossas vidas. Obrigado irmão!

  2. Obrigado, Elcio, pelas palavras de reforço. Tem toda razão que é uma estratégia do Maligno nos desanimar por meio de pensamentos desta natureza. Abraços!

Deixe uma resposta