A ilha se chamava Malta

Perdeu o navio, ganhou uma alma.

naufrágio em MaltaA população da ilha de Malta era hospitaleira e supersticiosa. Por três meses Paulo ficou na ilha após o naufrágio do navio rumo a Roma.

Quando já estávamos em terra, sãos e salvos, soubemos que a ilha se chamava Malta.
Atos 28.1 NTLH

Aqui, Paulo curou muitos e, embora não se fale explicitamente, presume-se que pregou também o evangelho, pois as curas não foram para mera ajuda humanitária, mas para confirmação da mensagem.

Um desastre causado pela “natureza” traz o evangelho a um povo que, de outro modo, talvez não teria ouvido falar de Jesus.

O próximo naufrágio na sua vida pode ser a porta divina para grande serviço no reino de Deus.

Deixe uma resposta