Adotados como filhos

Efésios 1.5: Carlos Prazeres se alegra com o Deus que nos escolhe.

Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos, por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade. —Efésios 1.5

Por Carlos Prazeres (Centro) Curitiba PR

Há muita tristeza, saudades, dores da alma, sentimentos de abandono, danos permanentes aos que, pelas circunstâncias da vida, foram privados de pais. No entanto, há algo especial que acontece somente a um órfão: Foi escolhido. Ah! Que tremenda sensação deve ser a de alguém que só conheceu a vida no orfanato, de repente, ser escolhido para fazer parte de uma família. Que ansiedade deve ser esse dia enquanto aguarda os seus pais.

O mesmo acontece conosco. O Pai bondoso e amoroso, o Criador nos escolheu, nos adotou como seus filhos. Somos tratados assim agora, não mais como órfãos! Ele nos escolheu, não fomos nós!

Jesus, em carne e osso, veio ao orfanato dessa vida sombria sem Deus, e com os braços abertos disse: Venha a mim, vou te levar para o seu novo e permanente lar!

Estamos na casa do Pai. Vivemos na sua família. Somos parte dela. Somos valiosos e apreciados. É bom lembrar que fomos órfãos espirituais um dia, e que Jesus nos alcançou. Por causa disso, podemos cooperar com o Senhor e sermos instrumentos na vida daqueles que a desperdiçam achando que não existe um Pai e uma família de verdade!

1 pensamento em “Adotados como filhos”

  1. Gostei muito dessa reflexão! Deus abençoe!
    “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos!”
    1 João 3:1a

Deixe uma resposta