‘Afasta de mim este cálice’

Marcos 14.36: A oração de Jesus no Getsêmani mostra aspectos que precisamos ter em nossas orações.

E dizia: “Aba, Pai, tudo te é possível. Afasta de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres”. Marcos 14.36

Jesus não somente nos deu um modelo de oração, mas também serve de exemplo de como orar. Sua oração no jardim de Getsêmani mostra vários aspectos que as nossas orações precisam possuir.

Intimidade. “Aba” é termo aramaico que as crianças usavam para chamar o pai. Sem mostrar desrespeito por Deus, Jesus adota o termo nas suas orações. Podemos ter semelhante intimidade com o Pai celestial, Romanos 8.15.

Confiança. Jesus sabia que Deus tudo pode. Não duvidava do poder do Pai. Nossas orações precisam demonstrar a mesma confiança que Deus pode trabalhar na nossa situação.

Transparência. Jesus não sentia vergonha de expressar seus desejos e sentimentos. O Pai já conhece o coração e quer que eu me abra com ele. É pela expressão do íntimo que nos tornamos íntimos com Deus.

Compromisso. Acima de tudo, Jesus queria fazer a vontade do Pai. Seguiu este compromisso até a morte, apesar de não sentir, nesse momento, o desejo de fazê-la. Essa é a maior intimidade com Deus, obedecer aos seus mandamentos, João 14.23.

Jesus nos chama a segui-lo até a cruz. Deve morrer a cada dia a nossa vontade. Encontramos em Deus as forças para a morte de si mesmo, fazendo oração como Jesus fez.

Pai, ajude-me a orar com Jesus orou, e a obedecer como ele.

Deixe uma resposta