Ai daquele que trai

O Filho do homem vai, como está escrito a seu respeito. Mas ai daquele que trai o Filho do homem! Melhor lhe seria não haver nascido.
Marcos 14.21

Jesus predisse seu sofrimento e morte. Disse aos discípulos que seria um dos Doze o traidor.

Para o traidor teria sido melhor nunca haver nascido.

As palavras de Jesus são mais lamentação do que condenação.

Ao morrer na cruz, o propósito de Jesus foi altivo, para redimir a humanidade.

Ao trair o Mestre, o propósito de Judas foi mesquinho e egoísta, para avançar projetos pessoais.

Aquele que nasceu para dar a sua vida pelo próximo lamenta que melhor teria sido para o traidor se nunca tivesse nascido, tal o fim dele e tal a sua responsabilidade.

Para mim, vale a pergunta que os Doze fizeram quando Jesus anunciou a traição: “Será que sou eu?”

Nosso Pai que está nos céus, que não seja eu mais um traidor de Jesus, pelas minhas atitudes ou pensamentos. Que eu abrace a cruz como o meio da salvação, minha e de todos. Que eu siga Jesus a cada passo, proclamando a redenção a todos pelo arrependimento, arrependimento esse que o primeiro traidor recusou a lançar mão. Amém.

Pergunta para discussão: Do que consiste a traição de Jesus hoje por parte de um seguidor dele?

1 pensamento em “Ai daquele que trai”

  1. Vejo que a traição maior e quando inventamos disculpa para não ir aos cultos nos domingos para lembrar do grande Sacrificio de JESUS.

Deixe uma resposta