Amor próprio

Eu me amo, não me amo.
temor a Deus

temor a DeusO amor próprio é um dos grandes valores da sociedade pagã em que vivemos. Sua essência está em satisfazer os próprios desejos e impulsos, às custas do bem alheio. Supostamente, quem ama a a sua vida procura o melhor. Cristãos citam mal o segundo maior mandamento como evidência desse valor emprestado e sanitizado.

Agora, existe sim alguma evidência do amor próprio na Bíblia:

Quem procura ter sabedoria ama a sua vida, e quem age com inteligência encontra a felicidade.
Provérbios 19.8 NTLH

A sabedoria consiste no temor a Deus. “Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor” (Provérbios 1.7a). O amor próprio, portanto, tira a pessoa do foco para colocar o Senhor no centro das atenções. Quem faz este movimento está dando o verdadeiro valor a sua vida no plano de Deus e fazendo o melhor para si mesmo.

O amor próprio, então, consiste em esquecer de si mesmo. Isso, sim, é inteligência que produz felicidade.

 

2 pensamentos em “Amor próprio”

  1. Palavras sabias que fazem a diferença entre a vida e a morte, entre a vida plena e a morte da desilusão, da falta de amor do desanimo da falta de gratidao, etc…. Nosso Pai nos ajude a sempre estarmos plenos na Sua Palavra…..

Deixe uma resposta