Antigüidade

Amados, não lhes escrevo um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que vocês têm desde o princípio: a mensagem que ouviram.
1 João 2.7

João escreve sua carta mais de 60 anos depois da morte de Cristo. Está no final da sua carreira, de idade avançada. Durante toda a vida como apóstolo e seguidor de Jesus, tem pregado sempre a mesma coisa.

Passados uns dois mil anos, o tempo não mudou a mensagem. Não existe mandamento novo. O antigo ainda vale. O velho continua atual. O que temos desde o princípio é o que carregaremos dentro da eternidade.

No mundo mutável, instável e corruptível, temos o evangelho original, preservado, constante. As palavras de João nos lembram que a originalidade de Jesus continua intocável, insuperável, inaperfeiçoável.

Todos que, como João, escrevem, falam, ensinam e pregam, têm de ter como seu assunto coisas antigas, o mandamento antigo.

Pois nele encontramos a novidade da vida.

Pai, obrigado pelo mandamento antigo, sempre evidente em seu povo, marco da sua família, haste da bandeira da fé. Que o levantemos sempre na fidelidade e submissão ao sua soberania
. Porque Jesus é nosso Mestre. Amém.

Deixe uma resposta