Dedicação ao serviço dos santos

Vamos valorizar essa grande prioridade da igreja de Deus.

Vocês sabem que os da casa de Estéfanas foram o primeiro fruto da Acaia e que eles têm se dedicado ao serviço dos santos, 1 Coríntios 16.15.

Embora fossem os primeiros convertidos na província da Acaia, Estéfanas e sua família não consideraram este fato como posição de honra, mas sim oportunidade de servir. Continue lendo “Dedicação ao serviço dos santos”

Não temerei

O ensino da Bíblia nos dá grande confiança.

Podemos, pois, dizer com confiança: “O Senhor é o meu ajudador, não temerei. O que me podem fazer os homens?”
Hebreus 13.6

Tal confiança surge da certeza da presença de Deus conosco, v. 5. Traz com ela contentamento com o que temos. Assim, não teremos medo de qualquer ameaça que o homem pode apresentar. Continue lendo “Não temerei”

Conforme a ordem

Deus age quando o homem obedece.

Assim ele desceu ao Jordão, mergulhou sete vezes conforme a ordem do homem de Deus e foi purificado; sua pele tornou-se como a de uma criança.
2 Reis 5.14

Ao ouvir a ordem do profeta Eliseu, Naamã, o comandante do exército sírio, recusou a obedecer. Somente quando ele resolveu se submeter à ordem de mergulhar-se sete vezes no rio Jordão foi ele curado da sua lepra. Continue lendo “Conforme a ordem”

Dois homens, dois corpos

O corpo terreno não entrará no céu.

Os que são da terra são semelhantes ao homem terreno; os que são dos céus, ao homem celestial. Assim como tivemos a imagem do homem terreno, teremos também a imagem do homem celestial.
1 Coríntios 15.48-49

O corpo humano físico e o corpo humano espiritual são diferentes, da mesma forma que Adão e Cristo eram diferentes nas suas origens. Deus transformará o nosso corpo no dia da ressurreição. Continue lendo “Dois homens, dois corpos”

Sua glória em chamas

A glória do homem será logo destruída.

Por isso o Soberano,
o Senhor dos Exércitos,
enviará uma enfermidade devastadora
sobre os seus fortes guerreiros;
no lugar da sua glória
se acenderá um fogo
como chama abrasadora.
Isaías 10.16

O profeta Isaías revelou o juízo contra a Assíria. O poder do homem seria destruído. Numa única noite, Deus decimou o exército assírio, Isaías 37.36. Continue lendo “Sua glória em chamas”

Se surpreendido

Um meio para ajudar uns aos outros na santidade.

Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais, deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se, porém, cada um para que também não seja tentado. Gálatas 6.1

Embora na carta aos gálatas Paulo trate do problema doutrinário de cair da graça pela adoção da lei judaica, aqui é geral a referência a “algum pecado”. Ninguém é imune. Todo tipo de pecado pode tomar conta de um irmão. Continue lendo “Se surpreendido”

Purifica-se a si mesmo

Esta ação familiar não tem exceção.

Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro. 1 João 3.3

Jesus o alvo. A esperança é ser semelhante a Jesus, pois o veremos como ele é, v. 2. Não temos noção exata como seremos, mas saber que seremos como ele é mais que suficiente. Uma versão bíblica transmite a ideia de que nossa esperança está focada em Jesus. Ela se concentra nele. Fora de Cristo, não temos esperança nenhuma. Continue lendo “Purifica-se a si mesmo”

O prazer do Pai: dar o Reino

Jesus usa uma frase surpreendente.

Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino. Lucas 12.32

Um dos verbos mais comuns que tem Deus como sujeito é o verbo dar. E não há dádiva maior que o Pai pode dar do que o seu Reino. Falar em termos de Deus dar o Reino nos surpreende. É o privilegio de ser o povo de Deus. Representa aqui a autoridade e proteção do Pai ao seu povo que promove sua causa na terra. A frase nos lembra de Romanos 8.32: se Deus não poupou o próprio Filho, ele também nos dará todas as coisas necessárias. Continue lendo “O prazer do Pai: dar o Reino”