Jesus interpreta

Lucas 24.44-45: A Bíblia é sua própria interpretação da história.

E disse-lhes: “Foi isso que eu lhes falei enquanto ainda estava com vocês: Era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
Então lhes abriu o entendimento, para que pudessem compreender as Escrituras. Lucas 24.44-45

Desenvolveu-se toda uma ciência para interpretar as Escrituras. É bom que tenhamos ferramentas para entender melhor a Bíblia. Nunca devemos nos esquecer, porém, que a própria palavra de Deus já é uma interpretação divina e sagrada dos eventos dentro da história. Na sua sabedoria infinita, Deus não nos deu um livro de teologia, filosofia ou sociologia. Deus não escreveu um volume de princípios abstratos. Ele nos conta a sua história. Continue lendo “Jesus interpreta”

De onde consegue tudo isso?

Marcos 6.2: Fora da categoria religiosa, o ensino de Jesus impressionava.

No sábado [Jesus] começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o estavam escutando ficaram admirados e perguntaram:
— De onde é que este homem consegue tudo isso? De onde vem a sabedoria dele? Como é que faz esses milagres? Marcos 6.2 NTLH

Jesus não se encaixou nas categorias religiosas da sua época. Ainda mais, seus milagres confirmaram a veracidade do seu ensino. Este fez grande impacto pela simplicidade e pela força da verdade. Fora os grandes centros e longe das estruturas religiosas que controlavam o povo, Jesus deixou as pessoas perplexas e admiradas. E provocava grandes conflitos e diferenças de opinião entre o povo. Continue lendo “De onde consegue tudo isso?”

A natureza do caminho de Cristo

João 14.6: As palavras de Jesus fazem parte duma conversa.

Disse-lhe Tomé: “Senhor, não sabemos para onde vais; como então podemos saber o caminho?” Respondeu Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto. João 14.5-7

Esta famosa declaração de Jesus faz parte duma conversa com seus discípulos. Atenção ao contexto da declaração ilumina muito o seu significado. Continue lendo “A natureza do caminho de Cristo”

O caminho que só parece certo

Provérbios 14.12: O homem não consegue enxergar.

Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte.
Provérbios 14.12

A subjetividade humana mata. Sem uma medida objetiva das atitudes e condutas da vida, o ser humano acaba se dando mal. Sua capacidade de justificar suas atitudes, de ignorar as consequências do pecado e de olhar apenas às vantagens momentâneas parece ser infinita. Continue lendo “O caminho que só parece certo”

Jesus entregou o espírito

Mateus 27.50: O último ato humano de Jesus por espontânea vontade.

Depois de ter bradado novamente em alta voz, Jesus entregou o espírito. Mateus 27.50

A primeira vez que Jesus bradou em alta voz, ele citou Salmo 22.1, encontrando frase perfeita para seu sofrimento, expressando a solidão que sentia por causa do afastamento do Pai. Continue lendo “Jesus entregou o espírito”

O que pregar? Lucas resume

Lucas 24.46-47: Não é preciso inventar, só reportar a interpretação de Jesus.

E lhes disse: “Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Lucas 24.46-47

Jesus explicou, antes e depois da sua morte e ressurreição, o significado do seu sacrifício. Os quatro evangelhos registram a Grande Comissão. Lucas cita as palavras de Jesus sobre o conteúdo da mensagem da Boa Nova. Continue lendo “O que pregar? Lucas resume”

Caminho apertado

Mateus 7.13-14: Deus é um só, e o caminho também.

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram. Mateus 7.13-14

Dizia-se antigamente que todos os caminhos levavam a Roma. Como capital do império romano, o governo construiu um sistema de rodovias para poder deslocar com agilidade o seu exército. A famosa paz romana se mantinha por força. Alguns aplicaram a frase para dizer que Deus é um só, então todos os caminhos levam até Deus. Mas o Senhor não é ponto geográfico. E no âmbito espiritual a lógica é outra. Continue lendo “Caminho apertado”

Meu intercessor, meu amigo

As palavras de Jó são muito mais as nossas.

O meu intercessor é meu amigo,
quando diante de Deus
correm lágrimas dos meus olhos;
ele defende a causa do homem
perante Deus,
como quem defende
a causa de um amigo.
Jó 16.20-21

No meio da dor e do sofrimento, Jó olhou para o céu de onde esperava receber ajuda, v. 19. Parece que ele percebia que havia alguém que serviria de testemunha da sua retidão, alguém que o ajudaria perante o Criador. Continue lendo “Meu intercessor, meu amigo”

Dedicação ao serviço dos santos

Vamos valorizar essa grande prioridade da igreja de Deus.

Vocês sabem que os da casa de Estéfanas foram o primeiro fruto da Acaia e que eles têm se dedicado ao serviço dos santos, 1 Coríntios 16.15.

Embora fossem os primeiros convertidos na província da Acaia, Estéfanas e sua família não consideraram este fato como posição de honra, mas sim oportunidade de servir. Continue lendo “Dedicação ao serviço dos santos”