Black Friday, sim; Thanksgiving, não

Mateus 22.5: Muitos recusam o convite de Deus para tratar dos seus negócios.

Por que no Brasil se importou a celebração de Halloween, mas não a do Dia de Ação de Graças, celebrado hoje nos EUA?

Porque dá mais dinheiro. Porque as pessoas preferem festejar ao invés de orar. Porque o mundo é perverso.

Ah, esqueci, importaram sim o Black Friday, dia de promoções nas lojas no dia seguinte após o Dia de Ação de Graças, dia em que os comércios saem do vermelho.

A Bíblia elogia o comércio honesto e os negócios entre pessoas, mas não às custas do reino de Deus.

Mas os convidados não se importaram com o convite e foram tratar dos seus negócios: um foi para a sua fazenda, e outro, para o seu armazém.
Mateus 22.5 NTLH

Deus nos estende convite para participar do seu reino, descrito nessa parábola como uma festa, o banquete de casamento para o filho do rei. Quem recusa convite deste?

Mas muitos recusam, sim, para tratar dos seus negócios. Este é o mundo.

Para ser cristão, é preciso recusar o apelo mundano da ganância e do prazer, a fim de aceitar o convite da graça de Deus, o de desfrutar da sua presença e glória.

Não se pode estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Deixe uma resposta