Como não chegar a uma boa decisão

Marcos 15.1: Tem tudo a ver com motivações.

decisao-dois-caminhos

Quando o propósito for errado, também será a decisão que dele procede. Não pode sair uma boa decisão de um motivo escuso.

De manhã bem cedo, os chefes dos sacerdotes com os líderes religiosos, os mestres da lei e todo o Sinédrio chegaram a uma decisão. Amarrando Jesus, levaram-no e o entregaram a Pilatos.
Marcos 15.1

O propósito dos líderes já tinha sido determinado: matar Jesus, para proteger sua influência sobre o povo. Agora que ele estava no poder deles, sua consulta uns com os outros só confirmava o próximo passo. Teriam de levá-lo ao governador romano, que detinha o poder da pena de morte.

As motivações determinam as ações. Da mesma forma, após reunir-se com os líderes, Pilatos, contra toda a justiça, entrega Jesus para ser crucificado porque estava “desejando agradar a multidão” v. 15.

Para tomar decisões boas e sólidas, temos de ter a motivação correta: o desejo de agradar a Deus e não as pessoas, o propósito de glorificar o nome de Cristo, o motivo de servir ao reino de Deus e aproximar as pessoas dele.

Sem estes, a igreja se torna mais uma entidade política e o cristão não abandona as atitudes mundanas.

Para garantir as boas motivações, é preciso não somente analisar e refletir com muita seriedade sobre nossos processos mentais, mas também dedicar-nos à leitura e meditação das Escrituras. Pelo poder divino contido nelas, elas purificarão as nossas motivações quando as submetermos a Deus.

5 pensamentos em “Como não chegar a uma boa decisão”

  1. “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo.” (Gl 1:10)

  2. Gostei do comentário. Remete duas passagens que gosto muito de falar, Pedro e João perante o Sinédrio, quando eles disseram para não falar em nome de JESUS responderam: “Mas Pedro e João lhes responderam: Julgai se é justo diante de DEUS ouvir-vos antes a vós outros do que a DEUS.” (Atos 4:19) e dando continuidade, no capítulo 5 quando prederam os apóstolos e novamente perante o Sinédrio quando falaram que não ensinassem nesse Nome: “Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a DEUS do que aos homens.” (Atos 5:29). Ai está a solução ouvir a DEUS e obedecer a DEUS, assim fazendo não seremos corrompidos pelos homens.
    Abraços seu irmão Madson.
    Obs: Muito bom esses dias em passamos juntos na congresso ouvindo a palavra, foi muito edificante e é claro cada vez mais buscando a obediência a verdade do Pai.

Deixe uma resposta