Quando viram

João 20.20: O Jesus ressurreto resume a fé, a esperança e o amor.

Como reacender a alegria e as esperanças, depois de perdê-las?

“Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se quando viram o Senhor” João 20.20.

A ressurreição de Jesus é a prova de tudo o que Deus propôs realizar pela humanidade. O Jesus ressurreto nos restaura a alegria de receber a dádiva de Deus e a esperança de um futuro dentro do seu propósito. Continue lendo “Quando viram”

Salmo 1

Comentário e aplicação do primeiro salmo.

O salmo serve como introdução ao livro. Ressalta a alegria, a satisfação, o sucesso e aprovação divina do justo, funcionando assim para recomendar a todos o caminho dos justos. Apresenta dois caminhos, o dos justos e o dos ímpios, mostrando o fim de cada um e como cada fim é atrelado à escolha que se faz. O fim é determinado e efetuado por Deus. Ou somos justos, ou somos ímpios, aos olhos de Deus. Não há outra opção. Escolher o bom caminho significa a rejeição da associação e das influências dos pecadores, além da concentração constante na lei do Senhor. A figura da árvore sugere tanto estabilidade e segurança, como também a ligação permanente à fonte da nutrição espiritual. No final, o salmo lembra a ação de Deus, que revela pela lei o bom caminho, oferece por ela a satisfação ao homem, julga sem haver resistência e garante o sucesso dos justos. Continue lendo “Salmo 1”

Ação: Chorar

Lucas 6.21: Leve a sério o pecado, sentindo o mal que causa para todos.

LER: “Bem-aventurados vocês, que agora choram, pois haverão de rir” Lc 6.21.

PENSAR: Devemos chorar pelo próprio pecado, Lc 22.62, e pela condenção do mundo rebelde, Lc 19.41. Jesus chorou perante a morte, Jo 11.35, ato de solidariedade, Rm 12.15. Quem deixa de chorar agora, lamentará depois, Lc 6.25; Jo 16.20. Troquemos o riso mundano pelo choro, Tg 4.9. Pelo tempo curto, devem viver “aqueles que choram, como se não chorassem” 1Co 7.29ss. No céu não haverá choro, Ap 21.4. Continue lendo “Ação: Chorar”

Ação: Alegrar-se

Lucas 10.20: Decida ser alegre, sem preocupações ou frustrações na fé.

LER: “Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus” Lc 10.20.

PENSAR: O santo se alegra na salvação eterna, e na participação nos sofrimentos de Cristo, Mt 5.10-12; At 5.41; Hb 10.34; 1Pd 4.13. Ela supera a circunstância passageira. As provações são motivo de alegria, Tg 1.2-4. Ela é contagiosa, Rm 12.15. Com tantos lembretes na Bíblia, parece que nos esquecemos facilmente da alegria. Alegria celeste sobre o arrependimento deve ser também alegria nossa, Lc 15. Continue lendo “Ação: Alegrar-se”

Robin Williams: a alegria não pertence à comédia

Salmo 64.10 e 92.4: não é possível passar a vida somente movido a riso.

robin-williams

A morte do ator Robin Williams é o grande assunto na Internet hoje. Ele tinha grande talento, goste ou não do seu estilo de humor. As notícias apontam o suicídio como possível causa da morte. Continue lendo “Robin Williams: a alegria não pertence à comédia”

Delícias perpetuamente

Salmo 16.11: A diferença entre os prazeres carnais e os espirituais não podia ser maior.

O Carnaval chega na semana que vem, prometendo os prazeres da carne, e ocorrerá bastante isso entre pessoas que seguem seus desejos carnais. Depois, terminará. Algumas pessoas correrão atrás de mais prazeres fora desta celebração especial. Mas é uma busca interminável, uma frustração vitalícia, durante a qual aparecem alguns poucos momentos de prazer.

Tu me farás conhecer a vereda da vida. Na tua presença há plenitude de alegria. À tua mão direita há delícias perpetuamente.
Salmo 16.11

Não há contraste maior que existe do que com a vida em Deus.

Delícia está presente na manhã, durante o dia, quando chega a noite, pois tu, ó Deus, está sempre comigo.

Segure essa ideia: Deus traz a alegria em todos os momentos, em todo lugar.