O Cordeiro, em pé

Apocalipse 14.1: Jesus Cordeiro lidera seu povo à vitória.

Então olhei, e diante de mim estava o Cordeiro, em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil que traziam escritos na testa o nome dele e o nome de seu Pai. Apocalipse 14.1

Quando João, o Imergidor, apontava Jesus para que as pessoas o notassem, ele clamou: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1.29. Todos entendiam a figura de linguagem, pois os judeus ofereciam cordeiros como sacrifício para o perdão dos pecados. No plano de Deus, ele instituiu os sacrifícios para que a obra de Cristo fosse compreendida e recebida como a solução definitiva para o problema do pecado. Continue lendo “O Cordeiro, em pé”

Entre os candelabros

Apocalipse 1.12-13: Jesus está presente entre os obedientes.

Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me, vi sete candelabros de ouro e entre os candelabros alguém “semelhante a um filho de homem” , com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito. Apocalipse 1.12-13

Na primeira visão que João tem no livro de Apocalipse, ele vê o Jesus glorificado. Este fala ao apóstolo “com voz forte, como de trombeta” v. 10. E falou por trás de João, não na sua frente. João tinha que se virar para ver o Senhor, talvez indicando que a pessoa do Senhor Jesus em nosso meio necessita da nossa parte uma decisão, uma virada, para vê-lo e ouvi-lo. Continue lendo “Entre os candelabros”

Primeiro e Último

Apocalipse 1.17-18: Jesus usa seu direito para dar-nos vida.

Quando o vi, caí aos seus pés como morto. Então ele colocou sua mão direita sobre mim e disse: “Não tenha medo. Eu sou o Primeiro e o Último. Sou Aquele que Vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades”. Apocalipse 1.17-18

Estas são algumas das primeiras palavras do Senhor Jesus ao apóstolo João quando no dia do Senhor este se achava no Espírito. João já tinha registrado uma palavra de Deus Pai, que ele era o Alfa e o Ômega, no verso 8. Alfa é a primeira letra do alfabeto grego, ômega, a última. Continue lendo “Primeiro e Último”

Ação: Permanecer fiel

Apocalipse 2.10: Temos grande motivação para a fidelidade.

LER: “Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida” Ap 2.10.

PENSAR: A fidelidade não é apenas a obediência ao longo do tempo, mas em face à oposição. É ser fiel, mesmo que se tenha de morrer pelo evangelho. É necessária para receber a recompensa eterna. Podemos ser fiéis porque Deus é fiel para nos ajudar. Continue lendo “Ação: Permanecer fiel”

‘Ouça!’

Apocalipse 2.7: Jesus não gosta de ser ignorado.

A minha nora estava limpando o banheiro do seu quarto ontem. A Tessa, de 2 anos, chamou a mãe ao pé das escadas. Valéria pensou que, se a filha realmente quisesse falar com ela, subiria. De repente, ela ouve uma voz de autoridade: “Mãe! Eu estou falando com você!” As palavras de mãe para filha viraram as de filha para mãe. Continue lendo “‘Ouça!’”

Aqui se requer mente sábia

Apocalipse 17.9: O Caminho enfatiza a mente acima da emoção.

Mais do que a emoção (que para o homem moderno, se localiza no coração), a Bíblia frisa a importância da mente e do pensamento.

Aqui se requer mente sábia. As sete cabeças são sete colinas sobre as quais está sentada a mulher.
Apocalipse 17.9 NVI

Continue lendo “Aqui se requer mente sábia”

Você quer ir ao céu?

Pergunta do professor capta bem o sentido do livro de Apocalipse

como chegar ao céuAnos atrás, fiz a matéria do “Evangelismo Pessoal” com o professor Coleman Crocker. Ele distribuiu à classe sua folha de estudo bíblico (traduzido online aqui). Consistia de um punhado de perguntas, com respostas sim ou não. A primeira pergunta foi: “Você quer ir para o céu?”

Depois vi um novo céu e uma nova terra. O primeiro céu e a primeira terra tinham desaparecido e o mar já não existia mais.
Apocalipse 21.1 VFL

A pergunta do irmão Coleman bem poderia descrever a abordagem do apóstolo João ao escrever o livro de Apocalipse.

Até que ponto você quer ir para o céu? Seja fiel, a todo custo, e, depois de o universo material se dissolver, Deus o carregará para aquele lugar eterno, no qual tudo que é ruim terá sido eliminado.

Pouco gente pensa hoje no céu. Os cristãos pensam. Todo dia.

A volta de Cristo para conduzi-los à presença gloriosa de Deus resume sua motivação para a fidelidade, para o serviço, para o evangelismo.

Você quer ir ao céu?

Oh, Deus, quanto eu o quero! Glorioso, perfeito, puro, o céu. Agora mesmo. Neste exato momento. No qual tudo é bom e perfeito, onde ninguém morre o sofre, nem os pequeninos nem os idosos. Maranata!

Segure esta ideia: Em mim desejo ardente do céu acenda, / Que hoje eu suas ruas a andar aprenda.

Foi vista a arca da aliança

Você a viu no templo aberto para nossa olhada?

Livro de ApocalipseO capítulo 11 do livro de Apocalipse começa e termina pelo templo de Deus. No primeiro verso, parece representar a igreja no serviço a Deus, mas no verso 19, a habitação celestial de Deus.

Então foi aberto o santuário de Deus nos céus, e ali foi vista a arca da sua aliança. Houve relâmpagos, vozes, trovões, um terremoto e um grande temporal de granizo.
Ap 11.19 NVI

É exatamente este movimento, da terra para o céu, que João deseja que seus leitores façam. Do altar onde fazem seus sacrifícios de serviço e dos que lá adoram (verso 1), para a arca da presença de Deus e para as manifestações do seu poder que sacodem a terra. Entre estes dois templos movem-se as duas testemunhas.

No templo celestial, tudo está no seu devido lugar, mesmo a arca da aliança, não vista durante séculos, e desparecida do templo em Jerusalém. Quando na terra, ela foi escondida da visão do povo, mas agora é colocada à mostra na visão celestial para o conforto e incentivo da igreja.

A abertura do templo de Deus no céu ocorre para que o leitor possa olhar para cima e saber que Deus está presente e que exerce seu poder (verso 17), poder este evidente nos “relâmpagos, vozes, trovões, um terremoto e um grande temporal de granizo”.

Deus que faz tremer o universo em benefício do seu povo, que eu enxergue não somente a igreja na terra, cercada pelos inimigos, mas o templo triunfante no céu que aguarda a minha chegada.

Segure este pensamento: Deus estabelece os tempos e os termos do nosso serviço e garante sua conclusão e sucesso.

Conservem o que vocês têm

Não abra mão da fé, mesmo nas piores dificuldades.

No livro de Apocalipse, as cartas de João às sete igrejas seguem um padrão, mas cada uma se adapta à situação da comunidade à qual o apóstolo escreve.

A mensagem geral é clara. A necessidade atravessa todas as fronteiras.

Conservem o que vocês têm até eu voltar.
Apocalipse 2.25 VFL

A fidelidade é a chave. Alguns precisam corrigir, arrepender-se, mudar o que está errado, a fim de ser fiéis agora e manter a fidelidade nas provações futuras.

O Senhor não coloca “nenhuma outra carga” sobre seu povo fiel, além disso: a de perseverar e vencer (versos 24, 26).

Pode vir a morte física, mas o povo vencedor da fé “de maneira nenhuma sofrerá a segunda morte” (verso 11).

Deus fiel, que eu nunca vacile, nunca desvie, que eu nunca canse da promessa daquele que vive.

Segure este pensamento: Segure a fé por mais um pouco, até que Cristo venha.