Ação: Andar

1 João 2.6: Veja sempre o porquê do Caminho: estar na presença de Deus.

LER: “Aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou” 1Jo 2.6.

PENSAR: Andar é figura da vida com Deus, At 9.31; Rm 4.12, começando no jardim de Éden, Gn 3.8. É sinal de ser seu povo, Lv 26.12, e de participar da sua santidade, Dt 30.16; Is 2.5; Lc 1.6. É condição da bênção divina, Jo 8.12; 1Jo 1.7. Devemos andar em amor, Ef 5.2, com decência, Rm 13.13, pelo Espírito, Gl 5.16, 25, nas boas obras, Ef 2.10, como sábios, Ef 5.15, de maneira digna de Deus, 1Ts 2.12. Continue lendo “Ação: Andar”

Esperança no Senhor Jesus: Fazendo bons planos

Filipenses 2.19: A intenção de enviar Timóteo valoriza a comunhão.

Na segunda parte do capítulo 2 de Filipenses, Paulo fala de planos e de irmãos. Alguns consideram essa seção como a parte central da carta, o foco de Paulo. Com certeza, há muito o que aprender com esses detalhes. Continue lendo “Esperança no Senhor Jesus: Fazendo bons planos”

Amigo mais apegado

Provérbios 18.24: Sejamos um amigo assim.

amizade

Vivemos na era do Facebook, o site mais visitado da Internet. Nele, as pessoas concorrem para ver quem tem mais amigos. No meio desta corrida, precisamos ouvir um conselho antigo: Continue lendo “Amigo mais apegado”

Solidariedade em Cristo

O mundo compete; o cristão se compromete.

Amor cristãoQuando um amigo se alegra, a pessoa do mundo tem inveja do motivo da alegria. Quando há tristeza, a pessoa do mundo se afasta, pois não tem estrutura para suportar a dor. Em Cristo, porém,  há solidariedade.

Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram.
Romanos 12.15 NTLH

Para cumprir a ordem acima, é necessário entrar na experiência do outro, escutar sem oferecer comentário ou conselho, aceitar a pessoa na sua condição. Significa participar da sua vida, ao invés de competir ou distanciar-se. É estar presente, ser amigo ao invés de ser crítico.

Com outro irmão em Cristo, é possível tal intimidade, mas não com os de fora. Pode haver uma aproximação com estes, mas os alvos conflitantes impossibilitam a comunhão que a fé proporciona. O mundo tenta imitar, sem sucesso, o amor cristão, mas somente em Cristo, Deus que se tornou homem, é real esta solidariedade.

 

Ficamos com ele

Filipe mostra hospitalidade.

Filipe de Azoto a CesareiaPor todo lado, há exemplos da hospitalidade cristã para com os pregadores do evangelho. A caminho de Jerusalém, Paulo e seus companheiros chegam a Cesareia e param na casa de Filipe:

No dia seguinte partimos e chegamos à cidade de Cesaréia. Ali fomos para a casa do evangelista Filipe e ficamos com ele. Filipe era um dos sete homens que haviam sido escolhidos em Jerusalém. Ele tinha quatro filhas solteiras que profetizavam.
Atos 21.8-9 NTLH

Com sete filhas, onde ele teria colocado umas nove homens? (Em Atos 20.4 Lucas menciona sete, mais Paulo e Lucas.) Eles ficaram por “alguns dias” (verso 10). Mas de alguma forma, este homem de Deus abriu sua casa e recebeu os emissários de Cristo, pois sentia-se participante do projeto do evangelho.

Afinal, ele tinha evangelizado o eunuco e as cidades de Azoto (antiga Asdode) a Cesareia, subindo o litoral israelita. (Clique na imagem para aumentá-la.) Como alguém que tinha desfrutado, sem dúvida, a hospitalidade nessas cidades, ele agora tem oportunidade de demonstrá-la a outros.

O cristão, portanto, é sinônimo da hospitalidade, por causa do evangelho.

Qualquer lugar

Onde reunir cristãos? Tanto faz!

local de reuniãoA igreja se reúne em qualquer lugar conveniente. No Novo Testamento o local mais comum era na casa de um cristão. Em Éfeso o apóstolo Paulo usou uma escola.

Como alguns se endurecessem e, longe de se deixar convencer, difamassem o Caminho em plena assembléia Paulo rompeu com eles e, tomando à parte os discípulos, dirigia-lhes diariamente a palavra na escola de Tirano.
Atos 19.9 TEB

Não se sabe que tipo de escola pertencia a Tirano, mas fornecia espaço suficiente para uma pregação pública e assembleias de certo tamanho. Paulo levou para lá suas atividades apenas após uma oposição da parte de alguns na sinagoga. Utilizou a escola por uns dois anos.

Não há nenhum mandamento quanto ao tipo de local onde a igreja deve se reunir. Há mandamento sim para as reuniões (por exemplo, Hebreus 10.25). As Escrituras tomam por pressuposto que os cristãos sempre estarão se encontrando. Portanto, qualquer lugar propício e conveniente servirá à família de Deus.

O problema vem quando se gasta tempo e dinheiro arrumando e cuidando de locais, ao invés de fazer a obra de Deus.

Pra todo mundo ofertar

Quanto à coleta para os santos, façam vocês como ordenei às igrejas da Galácia. 1 Coríntios 16.1 BND

Demonstrando seu interesse nos pobres, como ele tinha prometido aos pilares de Jerusalém (Gálatas 2.10), Paulo trata da coleta para os pobres na Judeia, talvez lidando novamente com uma indagação dos coríntios. Provavelmente, havia alguma menção prévia dessa necessidade. Continue lendo “Pra todo mundo ofertar”

Todos beberam

LEITURA BÍBLICA PARA HOJE: MARCOS 14

Em seguida [Jesus] tomou o cálice, deu graças, ofereceu-o aos discípulos, e todos beberam.
Marcos 14.23 NVI

Jesus estabeleceu a sua ceia na presença dos seus discípulos, longe das multidões. A ceia é para quem o segue, e somente para os da sua comunidade. Os de fora não comem.

Ao mesmo tempo, a ceia do Senhor é para todos os discípulos. Todos comem, todos bebem, desde o menor até o maior. (Na verdade, não existe tais graus no Reino.) Continue lendo “Todos beberam”