Mediante a fé

Efésios 3.17: Maravilhosa oração de Paulo pelos efésios pode ser a nossa também.

para que Cristo habite no coração de vocês mediante a fé; (…)
Efésios 3.17a

Este verso faz parte da oração do apóstolo Paulo pelos cristãos na cidade de Éfeso.

A habitação de Cristo (e do Pai e do Espírito Santo) no coração não é nada mística, mas sim espiritual. Não é menos real por isso. Pelo contrário, é mais real. Ele é presente de verdade. A expressão de Paulo não é mero sentimento, não é apenas uma frase como as pessoas falam hoje a respeito de outra pessoa. Continue lendo “Mediante a fé”

O que controla seu pensamento?

Salmo 37.31: Faça Deus o seu Deus.

Muitas pessoas reconhecem na mídia comercial um meio de manipulação e apelação, para persuadir o consumidor a pensar, agir e comprar conforme a sutileza da sugestão. (É ironia ver as pessoas que falam tanto em ser independentes, usando roupas de marca, tecnologia de massa e produtos populares.) Os amigos são outra influência forte de opinião e conduta. De uma maneira ou outra, algo ou alguém vai direcionar e controlar o pensamento. Continue lendo “O que controla seu pensamento?”

O coração é igual à mente

Provérbios 4.23: Todo cuidado é pouco

 

Hoje, as pessoas gostam muito de falar sobre o coração como a sede das emoções. Supostamente, as emoções são a parte mais genuína do ser humano. Conforme esta visão, o que se sente é mais importante, mais básico do que se pensa, do que se sabe, do que se faz. Continue lendo “O coração é igual à mente”

Confiar no coração é estúpido

Provérbios 28.26: Liberdade está na sabedoria.

coracao-emocao

Termos que têm para nós um significado nem sempre significavam a mesma coisa para os antigos. Bom exemplo disso é o termo coração, quando usado em sentido figurativo. Continue lendo “Confiar no coração é estúpido”

Quem conquista seu coração?

2 Samuel 15.6: Qual o amigo que você prefere?

O que você prefere: alguém que lhe fala a verdade ou alguém que fala o que você quer ouvir? O primeiro provavelmente tem o seu bem como objetivo. O segundo tem uma agenda e usará você como peça para avançar seus propósitos escusos.

Absalão fazia isso com todos os israelitas que iam pedir ao rei Davi que fizesse justiça, e assim ele conquistava o coração do povo de Israel.
2 Samuel 15.6 NTLH

Absalão falava o que o povo queria ouvir e exagerava nos cumprimentos, bajulando e ganhando o apoio popular. Depois de quatro anos, proclamou-se rei e fez com que o seu pai, o rei Davi, fugisse de Jerusalém.

Cuidado com aquele que sempre toma seu lado. Ele não é amigo, mas sim traidor do reino de Deus.

Abra meus olhos, Pai celestial, para que eu não seja levado ao erro pelo engano das pessoas.

Segure essa ideia: Melhor o amigo que fala verdade, / Que o apoio da falsa sinceridade.

Que beleza

O homem tem prazer no que pode construir. Deus tem prazer em edificar vidas e conduzi-las para a eternidade.

Quando Jesus estava saindo do templo, um de seus discípulos lhe disse:
— Mestre, veja que beleza de pedras e de edifícios!
Mas Jesus lhe disse:
— Você está vendo estes grandes edifícios? Pois eu lhe digo que nenhuma pedra será deixada sobre outra; todas elas serão derrubadas.
Marcos 13.1-2 VFL Continue lendo “Que beleza”

Como é dificil

Jesus olhou ao redor e disse aos seus discí­pulos: “Como é difí­cil aos ricos entrar no Reino de Deus!”
Marcos 10.23

DinheiroO jovem rico acabara de ir embora, triste com o mandamento de Jesus de vender seus bens e dar o dinheiro aos pobres, porque tinha muitas riquezas. E as amava.

Provavemente os discí­pulos ficavam olhando para Jesus, perplexos que ele deixaria ir embora um exemplo tão excelente de homem bem-sucedido e de bons princí­pios. Talvez esperassem que Jesus chamava o rico de volta para uma negociação de termos mais aceitáveis.

Mas Jesus o deixa ir embora mesmo. Porque Não aceita ninguém com lealdade dividida.

O problema Não são as riquezas. O problema é amá-las (ou qualquer outra coisa) mais do que Deus.

Mas as riquezas grudam fácil ao coração. E saem somente com dificuldade.

Sacrifí­cios que agradam

Salmo 51.17: Que tipo de coração agrada a Deus?

Os sacrifí­cios que agradam a Deus são um espí­rito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás”.
Salmo 51.17

Por todas as diferenças entre os dois Testamentos, Deus sempre queria a mesma coisa: um relacionamento com as pessoas, por meio de uma mudança de atitude e obediência.

O coração quebrantado não é “esmagado” ou apenas triste, como algumas versos colocam, mas, como traduz a Bí­blia na Linguagem de Hoje, “humilde e obediente”.

É o coração que percebe a dor que seu pecado causa para Deus.

É o coração despedaçado pela convicção de que seu próprio pecado custou a vida de Jesus.

É o coração determinado a obedecer a Deus em todas as coisas.

Que tipo de sacrifí­cio você está oferecendo a Deus?