Coragem para condenar

Miqueias 3.8: Como deixar o Espírito de Deus torná-lo em defensor da verdade.

denunciar-erro

Uma verdade bem simples explica por que tão poucas pessoas estão dispostas a condenar as obras das trevas e apontar o caminho de Deus. A verdade é simples, mas poucos querem abraçá-la.

Mas, quanto a mim, o Espírito do SENHOR me dá poder, amor pela justiça e coragem para condenar os pecados e as maldades do povo de Israel.
Miqueias 3.8 NTLH

Mas como conseguimos tal coragem da parte do Espírito do Senhor? Como desenvolver um compromisso ferrenho com o que é certo?

Não é segredo. Passos simples.

Beba da Palavra escrita, inspirada pelo Espírito.

Peça coragem de Deus, pedido este conduzido pelo Espírito.

Esteja frequentemente entre os irmãos, o povo santificado pelo Espírito.

Renuncie os caminhos do mundo na sua própria vida, permitindo que o Espírito tenha espaço para trabalhar em você.

Tal pessoa salvará a própria vida e as almas de muitos.

Deus de poder e misericórdia, faça de mim um homem de força. Ponha em mim seu Espírito santo, ponha pra correr as hostes do diabo.

O rosto de um anjo

Atos 6.15: Não é rosto de neném!

Nenhum de nós já viu um anjo. As histórias de anjos hoje nada parecem com as da Bíblia, tampouco os supostos anjos têm algo a ver com os verdadeiros. As Escrituras desconhecem anjinhos bonitinhos.

Todos os que estavam sentados na sala do Conselho Superior olhavam firmemente para Estêvão e viram que o rosto dele parecia o rosto de um anjo.
Atos 6.15 NTLH

Continue lendo “O rosto de um anjo”

Risco e responsabilidade

Naquele dia Davi disse: “O primeiro que atacar os jebuseus se tornará o comandante do exército”. Joabe, filho de Zeruia, foi o primeiro e por isso recebeu o comando do exército.
1 Crônicas 11.6

Até o tempo de Davi a cidade de Jerusalém foi reduto dos jebuseus, gentios da terra de Canaã.

O rei conquistou a cidade e a tornou sua capital. Continue lendo “Risco e responsabilidade”