Nem sempre Deus precisa fazer milagre

Atos 5.40: Deus usou uma das pessoas menos esperadas.

A pregação da Boa Nova de Cristo devia ter convencido os judeus, pois esperavam o Messias, tinham as Escrituras que falavam dele e testemunharam os milagres do Senhor. Mas não! Mataram-no e teriam feito o mesmo com os apóstolos. Os membros do Sinédrio “ficaram furiosos e queriam matá-los” Atos 5.33.

Somente não mataram porque Deus agiu. Quer ver como ele fez para salvar os Doze? Continue lendo “Nem sempre Deus precisa fazer milagre”

A terceira vez foi o momento certo

João 21.14: Jesus esperou até a hora H para falar. Cinco lições saem deste fato.

Na hora H. No momento certo. O tempo devido. Deus faz as coisas sempre quando deviam ser feitas. Na nossa visão limitada, Deus atrasa. Ou sentimos que está muito cedo. Mas Deus sempre acerta o tempo. Continue lendo “A terceira vez foi o momento certo”

A voz da experiência

Salmo 30.4-5: É bom aprender da experiência alheia.

voice-experienceA voz da experiência. Bom é aprender da experiência dos outros, quando esta reflete a disciplina da parte do Senhor.

Cantem louvores ao Senhor,
vocês, os seus fiéis;
louvem o seu santo nome.
Pois a sua ira só dura um instante,
mas o seu favor dura a vida toda;
o choro pode persistir uma noite,
mas de manhã irrompe a alegria.
Salmo 30.4-5

O autor sentiu muito seguro nas suas bênçãos recebidas de Deus. “Jamais serei abalado!” disse ele, v. 6. Mas e quando se perde algo da vida? Continue lendo “A voz da experiência”

Recompensas e confiança

Uma visão de Mateus 6.

No centro do discipulado estão as motivações corretas e o serviço exclusivo. Os pagãos escolhem a multidão e o materialismo, mas os discípulos buscam aprovação divina e confiam na providência divina. A essência da hipocrisia é uma religião praticada para impressionar o homem. Deus aprova a discrição e a simplicidade como marcas da verdadeira fé.

E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.
Mateus 6.18b NVI

A confiança em Deus pelo pão diário acaba com a pressão de tentar garantir o próprio futuro. A preocupação deixa de preocupar. Os que buscam em primeiro lugar o reino de Deus recebem de lambuja as necessidades físicas básicas da vida, porque têm a cabeça no lugar certo, para viver corretamente em relação a Deus.

De ti, o Deus, nós dependemos e de ti buscamos a aprovação. Damos graças pela sua fidelidade e pelas suas promessas em Cristo.

Segure este pensamento: Pratique o bem para aprovação de Deus e o sirva exclusivamente.

Uma porta maior

Por trás, a sabedoria e a realização de Deus.

Quando uma porta fecha, Deus pode muito bem abrir uma maior.  As oportunidades não estão constantes, mas mudam constantemente. O importante é não ficar chorando pela porta que se fecha, para enxergar a porta que está se abrindo.

Paulo entrou na sinagoga e ali falou com liberdade durante três meses, argumentando convincentemente acerca do Reino de Deus. Mas alguns deles se endureceram e se recusaram a crer, e começaram a falar mal do Caminho diante da multidão. Paulo, então, afastou-se deles. Tomando consigo os discípulos, passou a ensinar diariamente na escola de Tirano. Isso continuou por dois anos, de forma que todos os judeus e os gregos que viviam na província da Ásia ouviram a palavra do Senhor.
Atos 19.8-10 NVI

O período de três meses foi um bom tempo para Paulo pregar na sinagoga dos judeus. Geralmente, não conseguia ficar por tanto tempo. Mas findam todas as coisas boas, como dizem, e pelas críticas que os judeus faziam (pelo menos, ele não foi apedrejado), Paulo viu esta porta se fechando.

Foi, então, para a escola de Tirano, na qual ensinou por dois bons anos e conseguiu que a mensagem de Cristo chegasse não somente aos da cidade de Éfeso, mas a judeus e gregos em toda a província. Ele não teria tido condições de fazer isso se tivesse ficado na sinagoga.

Talvez o aperto que estejamos sentindo de um lado seja o toque de Deus para entrarmos na porta maior que ele abre e tirarmos proveito duma oportunidade muito maior do que o serviço que estamos fazendo agora.

Pai eterno, faça-me sensível às oportunidades que se apresentam na minha frente, para que a sua salvação chegue a todos.

Segure este pensamento: Deus fecha e abre para seus enviados.

Imagine o lugar perfeito

Tudo foi feito especial para nós.

tudo do meu jeitoImagine que você chega a um lugar que oferecia todas as comidas preferidas, uma cama perfeita para seu descanso, o travesseiro do jeito que você gosta, os produtos de higiene que você usa, o gênero de livros que mais aprecia, o canal de televisão que mais assiste, os filmes favoritos, enfim, tudo do jeito que você gosta. Você diria que alguém que o conhecia muito bem montou o lugar especialmente para você.

E Deus viu que tudo o que havia feito era muito bom. A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o sexto dia.
Gênesis 1.31 NTLH

Com o argumento acima o ateu britânico, Anthony Flew, foi convencido de que existe um Ser supremo que criou o mundo para o ser humano. Tudo exatamente do jeito que ele precisa e gosta.

No mundo há uma qualidade moral de bondade, que nos chama a reconhecer e responder ao Criador desse lugar feito especialmente para nós.

 

A ilha se chamava Malta

Perdeu o navio, ganhou uma alma.

naufrágio em MaltaA população da ilha de Malta era hospitaleira e supersticiosa. Por três meses Paulo ficou na ilha após o naufrágio do navio rumo a Roma.

Quando já estávamos em terra, sãos e salvos, soubemos que a ilha se chamava Malta.
Atos 28.1 NTLH

Aqui, Paulo curou muitos e, embora não se fale explicitamente, presume-se que pregou também o evangelho, pois as curas não foram para mera ajuda humanitária, mas para confirmação da mensagem.

Um desastre causado pela “natureza” traz o evangelho a um povo que, de outro modo, talvez não teria ouvido falar de Jesus.

O próximo naufrágio na sua vida pode ser a porta divina para grande serviço no reino de Deus.

Deus concede a vida de todos

Deus abençoa muitos por causa de um justo.

Deus salvou 276 vidasSomente na eternidade se revelará o bem que foi feito nesse mundo por causa das ações e das orações dos fiéis. Por causa de Paulo, o Senhor salvou a vida das 276 pessoas a bordo do navio em que ele estava. Ele disse:

Apesar disso, aconselho que vocês sejam corajosos, porque ninguém de vocês vai morrer: só perderão o navio. Esta noite me apareceu um anjo do Deus ao qual pertenço e a quem adoro. O anjo me disse: ‘Não tenha medo, Paulo. Você deve comparecer diante de César. E Deus concede a você a vida de todos os seus companheiros de viagem’.
Atos 27.22-24 EP

Nenhuma oração de Paulo é mencionada, então, pode ser que ou por causa das suas orações, ou por causa da sua missão de pregar em Roma e da sua presença no navio, que o Senhor “deu” a Paulo a vida das pessoas junto com ele. De qualquer forma, foi por causa de Paulo que o Senhor agiu a favor dessas pessoas.

Paulo ficou sabendo da ação salvadora de Deus naquele momento por meio de uma visão do anjo. Hoje, Deus continua agindo, mas nem sempre sabemos como o Senhor está fazendo para impedir o mal e criar no nosso meio o bem. Mas pela fé confiamos que faz e vemos alguns vestígios da sua mão entre nós.

Que dia glorioso será quando ouvirmos, na eternidade, as muitas histórias, contadas depois dos fatos, da ação de Deus para salvar vidas e almas, que por nós passa despercebida nesta vida!

 

Sem demora, mas sem pressa

Deus trabalha, seja o homem justo ou não.

justiça seja feitaRecém-chegado para assumir seu cargo de governador, Festo saiu da sede de governo romano da província para chegar a receber cumprimentos das autoridades religiosas em Jerusalém.

Três dias depois de chegar àquela província, Festo saiu da cidade de Cesaréia e foi até Jerusalém.
Atos 25.1 NTLH

Vendo uma oportunidade de matar Paulo, os judeus se aproximam de Festo para pedir julgamento do perseguidor que virou pregador.

Félix, que era governadar antes de Festo, tinha deixado Paulo na prisão por dois anos. Festo nada sabia a respeito do apóstolo.

A justiça precisa ser feita sem demora. Mas quando uma autoridade age precipitadamente, ou toma decisões para agradar ao povo, como Festo fez, a justiça é pervertida.

Mas Deus continua trabalhando.