Progresso e alegria na fé

Filipenses 1.25: Três verdades surgem da declaração de Paulo.

A criança que deixa de crescer preocupa os pais. A economia estagnada dificulta o mercado de trabalho. O aluno que não aprende mais vira foco do professor. Em toda área da vida, procuramos o progresso e o crescimento. Quando estes não ocorrem, buscamos medidas e soluções para sair do marasmo.

É preciso também que a fé continue a crescer na vida do cristão. O apóstolo Paulo preferia partir da vida terrena e estar com Cristo, mas ele ainda tinha trabalho para fazer. Continue lendo “Progresso e alegria na fé”

Lutando juntos numa só alma

Filipenses 1.27: Unidade se expressa na luta pela fé.

Muitas religiões promovem a unidade de diversidade, a de deixar cada um crer e fazer o que quer. Conforme a vontade de Cristo, porém, somente existe unidade entre nós quando lutamos pela Boa Nova de Cristo. Continue lendo “Lutando juntos numa só alma”

O ‘pois’ da motivação e realização

Filipenses 2.12-13: Não separe os dois versos.

pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele.
Filipenses 2.13

Entre alguns, Filipenses 2.12 é um verso favorito. É sim um verso bíblico maravilhoso, importante para mostrar aos outros que o esforço e a dedicação são necessários para a salvação.

“Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas na minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor,” …

Às vezes, porém, coloca-se um ponto depois do verso 12 e esquece-se do verso 13. A tendência que separa os dois vem duma ênfase no esforço humano separado do poder que Deus dá. Mas os dois versos compõem uma unidade gramatical.

O poder de Deus abrange duas áreas de atividade humana: desejo e realização. Ele trabalha não somente para nos ajudar a desenvolver a nossa salvação, mas ele também trabalha em nossos corações e mentes para nos dar desejo e motivação.

O “pois” do verso 13 é o que nos fornece a motivação para o verso 12. Podemos levar adiante o desenvolvimento da nossa salvação somente porque sabemos que Deus trabalho em nós para nos capacitar tanto para o desejo como para a realização.

Ação: Esperar

Filipenses 3.20: Faça tudo na expectativa de Cristo voltar hoje.

LER: “A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” Fp 3.20.

PENSAR: A cidadania celestial segue um padrão, 3.17, que todos devem reconhecer, 3.15, em contraste com a vida dos inimigos de Cristo, 3.18, cujo destino é a perdição, 3.19. Mas nós agimos de forma diferente, e esperamos a salvação na vinda de Cristo, pois nossa esperança está na pessoa de Cristo e envolve transformação dos nossos corpos, 3.21. Tal esperança reconhece o propósito da sua segunda vinda, Hb 9.28. Continue lendo “Ação: Esperar”

Ação: Sofrer

Filipenses 1.29: Proclame Jesus a todos e espere reações.

LER: “Pois a vocês foi dado o privilégio de não apenas crer em Cristo, mas também de sofrer por ele” Fp 1.29.

PENSAR: Sofrer por Cristo é experiência tão básica para o discípulo, como a de crer nele. Privilégio traduz o verbo conceder graça (ver ARA, TEB), ato positivo da parte de Deus. Quem foge do sofrimento pelo reino foge do discipulado, 1Pd 2.21ss. Sofrer como cristão é nossa glória, 1Pd 4.12-19. Quem deixa de confessar/pregar Cristo por medo da perseguição não será confessado por ele no juízo, Mt 10.21-39. Continue lendo “Ação: Sofrer”

Ação: Pensar

Filipenses 4.8: Pense em Deus e na sua bondade.

LER: “Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas” Fp 4.8.

PENSAR: A mente mundana é pessimista, pensa no pior, espera acontecer o ruim. A mente redimida pensa no que é bom, pois tem como referência a bondade de Deus no presente e a promessa de Deus para o futuro. Em Cristo, a paz de Deus guarda a mente, v. 7. Continue lendo “Ação: Pensar”

Por causa do trabalho de Cristo

Filipenses 2.30: Quem está à altura para isso?

Em algumas circunstâncias, a qualidade e a virtude duma pessoa ficam muito evidentes pela extremidade da situação, o que foi o caso de Epafrodito, enviado pela igreja filipense para suprir as necessidades do apóstolo Paulo. Continue lendo “Por causa do trabalho de Cristo”