Participantes de Cristo

Hebreus 3.12-14: O esforço para manter todos fiéis ao Senhor é de todos.

Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. Ao contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado, pois passamos a ser participantes de Cristo, desde que, de fato, nos apeguemos até o fim à confiança que tivemos no princípio. Hebreus 3.12-14

Para continuar fiel ao Caminho, todo cuidado é pouco. Temos de cuidar não somente de nós mesmos, mas cuidar também uns dos outros. Estamos em Cristo juntos. De certa forma, juntos viveremos ou sozinhos morreremos. O afastamento do irmão é assunto de todos. O esforço para manter todos fiéis ao Senhor é de todos. Continue lendo “Participantes de Cristo”

Uma vez, e a segunda

Hebreus 9.27-28: Uma morte resolve nosso pecado, mas haverá mais uma vinda do Senhor.

Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo, assim também Cristo foi oferecido em sacrifício uma única vez, para tirar os pecados de muitos; e aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam. Hebreus 9.27-28

O autor faz uma analogia entre a morte única do homem e a de Cristo. Toma como certo que o ser humano morre uma única vez. Não volta à terra. Depois da sua morte, resta apenas o juízo final. (Acaba com a ideia de vidas múltiplas na terra.) Continue lendo “Uma vez, e a segunda”

Jesus nos chama irmãos

Hebreus 2.11: E por que ele teria vergonha?

Ora, tanto o que santifica quanto os que são santificados provêm de um só. Por isso Jesus não se envergonha de chamá-los irmãos.
Hebreus 2.11

O que santifica é Jesus. Os que são santificados são aqueles que obedecem ao evangelho para serem purificados do pecado. Deus é um só. Jesus é Filho de Deus. Os cristãos são filhos de Deus. Jesus é Filho em sentido especial, mas sua obra os torna filhos. Continue lendo “Jesus nos chama irmãos”

Autor da salvação gloriosa

Hebreus 2.10: O plano de Deus é bem descrito nesses termos.

Ao levar muitos filhos à glória, convinha que Deus, por causa de quem e por meio de quem tudo existe, tornasse perfeito, mediante o sofrimento, o autor da salvação deles. Hebreus 2.10

O Novo Testamento utiliza muitas maneiras de descrever o objetivo de Deus ao prosseguir com seu plano de redenção. Uma das frases mais belas é levar muitos filhos à glória. Um autor chamou este verso “a afirmação fundamental” do livro de Hebreus (NCBC). Continue lendo “Autor da salvação gloriosa”

Vemos Jesus

Hebreus 2.8-9: Devemos ver Jesus como o Salvador.

Ao lhe sujeitar todas as coisas, nada deixou que não lhe estivesse sujeito. Agora, porém, ainda não vemos que todas as coisas lhe estejam sujeitas. Vemos, todavia, aquele que por um pouco foi feito menor do que os anjos, Jesus, coroado de honra e de glória por ter sofrido a morte, para que, pela graça de Deus, em favor de todos, experimentasse a morte. Hebreus 2.8-9

O escritor de Hebreus acaba de citar Salmo 8 para aplicá-lo a Jesus. A mensagem do Senhor trata de “tão grande salvação” e merece toda a nossa atenção, 2.1-4. Agora, ele explica por que foi necessário Jesus se tornar menor do que os anjos por um tempo, 2.5-18. Continue lendo “Vemos Jesus”

A fé em busca

Hebreus 6.11: Olhos vedados, a mente enxerga.

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. —Hebreus 11.6

O alvo da vida do cristão é agradar a Deus. Agradá-lo significa evitar fazer o que desagrada o Senhor e fazer o que lhe dá prazer. Deus quer que o homem se aproxime dele, pois para isso foi criado. Continue lendo “A fé em busca”

Você já viu um anjo? Nem eu. Mas já segui Jesus.

Logo uma entidade dessa alimenta a obsessão popular por anjos.

Hoje mesmo, no Twitter, uma sociedade bíblica — logo uma entidade dessa! — perguntou aos seguidores se alguém já tinha visto um anjo. Pedia que se enviasse relato de supostos encontros com anjos. Continue lendo “Você já viu um anjo? Nem eu. Mas já segui Jesus.”

Pecador, não

Tenhamos cuidado para não justificar a prática do pecado.

O mundo, em termos bíblicos, é a humanidade contra Deus, um de vários sentidos. A palavra pecador, no Novo Testamento, é o indivíduo contra Deus. Como neste verso:

Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem.
Hebreus 12.3 NVI

Assim, os cristãos acabam errando e cometendo pecado, Gálatas 6.1; Tiago 3.2; 1 João 2.1, mas não são pecadores, neste sentido. O Novo Testamento não chama os santos de Deus de pecadores, pois pararam de praticar o pecado. Continue lendo “Pecador, não”

Salvação confirmada pelos milagres uma vez por todas

Hebreus 2.3b-4: Nas Escrituras, a mensagem e sua confirmação.

Quando viajamos, a nossa agente de viagem sempre reconfirma conosco o voo de retorno. Às vezes, as companhias aéreas mudam os voos e por isso se torna necessária a reconfirmação.

No caso da confirmação divina, porém, não há necessidade de ficar reconfirmando a veracidade e a origem da mensagem da salvação. Continue lendo “Salvação confirmada pelos milagres uma vez por todas”