Dedicação ao serviço dos santos

Vamos valorizar essa grande prioridade da igreja de Deus.

Vocês sabem que os da casa de Estéfanas foram o primeiro fruto da Acaia e que eles têm se dedicado ao serviço dos santos, 1 Coríntios 16.15.

Embora fossem os primeiros convertidos na província da Acaia, Estéfanas e sua família não consideraram este fato como posição de honra, mas sim oportunidade de servir. Continue lendo “Dedicação ao serviço dos santos”

A igreja que pertence a Jesus

A palavra de Jesus sobre sua edificação da igreja revela várias características.

E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.
Mateus 16.18

Pedro confessou Jesus como o Cristo, o Filho do Deus vivo. Jesus o elogia por reconhecer a revelação dada pelo Pai celestial. Em seguida, ele promete edificar a sua igreja. O contexto mostra várias características sobre a igreja. Continue lendo “A igreja que pertence a Jesus”

Jesus nos chama irmãos

Hebreus 2.11: E por que ele teria vergonha?

Ora, tanto o que santifica quanto os que são santificados provêm de um só. Por isso Jesus não se envergonha de chamá-los irmãos.
Hebreus 2.11

O que santifica é Jesus. Os que são santificados são aqueles que obedecem ao evangelho para serem purificados do pecado. Deus é um só. Jesus é Filho de Deus. Os cristãos são filhos de Deus. Jesus é Filho em sentido especial, mas sua obra os torna filhos. Continue lendo “Jesus nos chama irmãos”

Ele verá sua prole

Isaías 53.10: Profecia sobre Jesus vê perdão e povo dele.

Contudo, foi da vontade do Senhor esmagá-lo e fazê-lo sofrer, e, embora o Senhor tenha feito da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão. Isaías 53.10

Isaías fala do servo sofredor em termos do povo de Israel, do remanescente e finalmente duma única pessoa. Ele vai afunilando a identificação do servo até chegar no capítulo 53. Neste capítulo ele revela detalhes de como o servo sofreria pelos pecados dos outros.

Esta vontade do Senhor é o seu “plano perfeito” (NBV). Fazer o servo sofrer estava de acordo com o plano divino. Em todo momento, Deus está em controle do desenrolar dos eventos. Continue lendo “Ele verá sua prole”

Cristo é tudo e está em todos (os cristãos)

Colossenses 3.11: Duas razões por que não existe mais divisão para os que estão em Cristo.

O mundo era sempre dividido, e continua assim, por raça, classe e nacionalidade. Essas barreiras desaparecem em Cristo.

Nessa nova vida já não há diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita, escravo e livre, mas Cristo é tudo e está em todos.
Colossenses 3.11

Não é porque algum grupo publicou um documento garantindo os direitos da igualdade da humanidade. É porque:

  1. Para os que receberam a renovação da imagem do seu Criador, Cristo é tudo o que importa; não cultivam nenhuma outra lealdade.
  2. Cristo é acessível a todos, habita em todos que têm a nova vida, pois todos entramos em Cristo pela mesma porta da imersão. Continue lendo “Cristo é tudo e está em todos (os cristãos)”

Ação: Reunir-se

Mateus 18.20: Mostre a prioridade do reino reunindo-se com a igreja.

LER: “Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles” Mt 18.20.

PENSAR: “Igreja” significa reunião ou assembleia. Os santos se reúnem regularmente para adorar a Deus, edificar-se uns aos outros no Espírito e ensinar a Palavra de Cristo. Na reunião, encontramos o perdão e a ação unificadora. Por isso, não é opção, Hb 10.23-27. Continue lendo “Ação: Reunir-se”

5 elogios numa só frase

Filipenses 2.25: Paulo elogia o emissário dos filipenses na hora de enviá-lo de volta.

O elogio é uma arte. O bom elogio não exagera, mas reconhece as virtudes da pessoa. Lança mão de termos e descrições precisas. Resume o valor da pessoa e as qualidades que a torna preciosa aos olhos de quem ouve o elogio. Continue lendo “5 elogios numa só frase”

Dará a outros

Marcos 12.9: É possível que Deus tire de nós a posição como povo dele.

Que a igreja de Deus nunca tome por certo sua posição perante a Deus, no sentido de ser o povo dele e recipiente da graça divina. Pois já houve um povo dele — o povo de Israel — que perdeu o seu lugar como os agentes de Deus no mundo:

O que fará o dono da vinha? Virá a matará aqueles lavradores e dará a vinha a outros.
Marcos 12.9 NVI

Uma pessoa, uma congregação, um grupo de congregações, pode perder seu lugar no Reino de Deus. Continue lendo “Dará a outros”

Castiga sem piedade

Provérbios 20.26: Duas aplicações deste verso sobre o rei sábio.

threshing-wheat

Israel era a nação especial de Deus entre os pagãos. Era uma nação no sentido verdadeiro, com um governo, terra, fronteiras, estados (tribos) e uma população determinada por nascimento.

Como tal, o governo tinha como responsabilidade representar a vontade de Deus e promovê-la entre o povo. No início, o governo era composto por juízes e profetas. Depois, o povo exigiu um governo chefiado por um rei, como os gentios. O rei devia incentivar a justiça e prontamente castigar os malfeitores. Continue lendo “Castiga sem piedade”