Sabia muito bem o que ia fazer

Jesus não perdeu tempo. Descubra por quê.

missão de vidaGastamos tanto tempo, como peixe fora da água fica mexendo sem resultado, tentando decidir o que fazer da vida. Sem planos, sem noção, sem projeto, perdemos tempo e energia em coisas que nada adiantam, pois faltamos foco.

Ele sabia muito bem o que ia fazer, mas disse isso para ver qual seria a resposta de Filipe.
João 6.6 NTLH

Jesus veio ao mundo com propósito bem fixo em mente. Neste mesmo capítulo declara várias vezes à multidão porque desceu dos céus para a terra: dar a sua vida, para que as pessoas pudessem vir ao Pai e ressuscitar no último dia.

Como Jesus, também podemos saber muito bem o que vamos fazer. Porque temos o propósito dele, a visão do Pai, o poder do Espírito.

Este conhecimento do que vamos fazer nos dará condições de trabalhar com os outros, como Jesus fez com Filipe e tantos outros.

Jesus sabia sua missão na vida.

Você sabe?

Um dia de pregador, outro de pedreiro

Hoje, na frente, amanhã, de apoio.

Cada hora uma ajuda

Cada um dever fazer o que pode, mas nada menos do que isso. Cada momento chama um talento diferente, e aquele que hoje tem papel principal, amanhã dará apoio. Um dia de pregador, outro de pedreiro.

Ora, os profetas Ageu e Zacarias, descendente de Ido, profetizaram aos judeus de Judá e de Jerusalém, em nome do Deus de Israel, que estava sobre eles. Então Zorobabel, filho de Sealtiel, e Jesua, filho de Jozadaque, começaram a reconstruir o templo de Deus em Jerusalém. E os profetas de Deus estavam com eles e os ajudavam.
Esdras 5.1-2 NVI

Os profetas uma hora profetizavam, outra hora ajudavam a reconstruir o templo. Não se sabe como “ajudavam” na reconstrução. Será que botavam a mão na massa, ou usavam seus dons da palavra para incentivar aos outros? De qualquer forma, fizeram o que podiam para que o processo andassem o mais rápido possível. Não ficavam descansando na sombra quando sua parte de profecia tinha terminado.

Há lugar para todos os dons, em todo o tempo. Há algo que podemos fazer a toda hora.

Deus de Israel, Deus Pai do Senhor Jesus, faça com que eu seja útil no seu reino todos os dias da minha vida na terra.

Com toda a coragem e liberdade

Por que Atos termina com Paulo na prisão?

término do livro de AtosAristótoles frisa a importância de dar atenção ao início, meio e final de uma obra literária. Estamos acostumados a um happy ending, o final feliz de uma história. À primeira vista, portanto, terminar um livro com o personagem principal na prisão não nos parece uma conclusão satisfatória à história, muito menos a do progresso triunfante do evangelho por todo o império romano. Alguns até propuseram que talvez Lucas tivesse em mente escrever um terceiro volume, depois do evangelho e o livro de Atos. Mas vejamos as últimas palavras do livro:

Durante dois anos Paulo morou ali numa casa alugada e recebia todos os que iam vê-lo. Ele anunciava o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, falando com toda a coragem e liberdade.
Atos 28.30-31 NTLH

Por que Lucas termina assim? Pelos menos, dois motivos se sugerem a nós.

Primeiro, as últimas palavras: “coragem e liberdade”, concluem satisfatoriamente um tema do livro, isto é, que os cristãos pregavam em todas as circunstâncias corajosamente, mesmo face à perseguição. E que nem a prisão, nem a morte, impediram o progresso do evangelho. Como Paulo escreveria a Timóteo: “Pelo qual até as prisões, como criminoso, sofro aflições; mas a palavra de Deus não está presa” (2 Timóteo 2.9 PL).

Segundo, é possível que Lucas esteja nos convidando a dar continuidade à história da missão de Deus no mundo. Embora os apóstolos e profetas fossem alicerce da igreja, a missão não morre com eles. Deus chama toda a igreja à tarefa da evangelização. Ele ainda envia seus emissários ao mundo, com a mensagem revelada por eles, e com os milagres operados por meio eles, para falar a palavra da salvação.

Assim, o livro de Atos foi a “História sem fim” original.

 

Do lado dos fariseus

E os fariseus e escribas murmuravam, dizendo: “Este recebe aos pecadores, e come com eles”. Lucas 15.2

Se você se preocupa apenas com a pureza pessoal, e não com a purificação de todos, ficará do lado dos fariseus.

Se, porém, partilha do mesmo espírito de Jesus, para resgatar os impuros e conduzi-los de volta à presença do Pai, fará como ele fez: buscar os perdidos onde eles estão. Continue lendo “Do lado dos fariseus”

Jesus tinha de comer

Eram Maria, chamada Madalena, de quem tinham sido expulsos sete demônios; Joana, mulher de Cuza, que era alto funcionário do governo de Herodes; Susana e muitas outras mulheres que, com os seus próprios recursos, ajudavam Jesus e os seus discípulos.
Lucas 8.2b-3 NTLH

Até Jesus tinha de comer. Ele não sentiu vergonha em receber de muitas pessoas, inclusive muitas mulheres, para sustentar seu projeto de pregação e salvação. Estes recursos foram colocados numa tesouraria, com Judas como o tesoureiro, e tirados conforme era preciso.

O trabalhador é digno de seu salário. Se Jesus recebeu de terceiros para dedicar-se à sua obra, hoje tanto a igreja como pregadores, missionários, evangelistas, mestres e presbíteros não devem se sentir incomodados com isso.

É o melhor uso possível dos recursos que Deus nos dá.

Arriscado (Mt 10.16)

Texto: Mateus 10

Memorize: “Escutem! Eu estou mandando vocês como ovelhas para o meio de lobos. Sejam espertos como as cobras e sem maldade como as pombas”. Mateus 10.16 NTLH

Conhecemos o ato de enviar. Mandávamos cartas escritas com instrumentos mecânicos que passavam tinta em papel, enfiadas em envelopes e transportadas por caminhão e avião. Hoje, clicamos em “Enviar” para colocar uma mensagem eletrônica na caixa de entrada de um amigo. Enviamos, ou devemos enviar, de tempos em tempos, flores aos nossos amados. Continue lendo “Arriscado (Mt 10.16)”

Sem ajuda dos gentios

pois foi por causa do Nome que eles saíram, sem receber ajuda alguma dos gentios.
3 João 7

Tem sido prática saudável dos irmãos não pedir, nos programas na mídia, ajuda dos ouvintes, pois consideram inapropriado custeá-los pelas doações dos que estão sendo evangelizados. Continue lendo “Sem ajuda dos gentios”

Linguagem mutante

(Antigamente em Israel, quando alguém ia consultar a Deus, dizia: “Vamos ao vidente”, pois o profeta de hoje era chamado vidente.) 1 Samuel 9.9

O autor desse livro explica a mudança nos termos usados para profeta entre a época de Saul e a sua, em que escreve sua história. Continue lendo “Linguagem mutante”

Jesus foi

Tendo terminado de falar, um fariseu o convidou para comer com ele. Então Jesus foi, e reclinou-se í  mesa.
Lucas 11.37

Quantas vezes você já aceitou um convite quando Não queria ir? Foi por obrigação, sentindo que Não devia recusar, mas sem sentir a vontade de estar presente.

Quando convidado, Jesus foi í  casa de um fariseu. Tinha todo motivo para esperar passar momentos desagradáveis. Mas aceitou porque estava disposto a abençoar até os recalcitrantes, a falar a verdade mesmo no meio dos que a rejeitavam.

Jesus Não pensava em seu conforto nem em sentir-se bem.

Pense nisso no próximo convite que você receber.