Jamais verá a morte

João 8.51: O mandamento é simples e a promessa, firme.

Asseguro-lhes que, se alguém obedecer à minha palavra, jamais verá a morte”. João 8.51

Os judeus não podiam aceitar essa declaração de Jesus, pois eram desobedientes à vontade de Deus. Assim, não pertenciam a Deus, v. 47. Entenderam corretamente que tal promessa como Jesus fez acima podia vir somente de alguém maior do que Abraão. Continue lendo “Jamais verá a morte”

Os sábios aceitam

Provérbios 10.8: Façamos como Jesus, aceitando os mandamentos.

Os sábios de coração aceitam mandamentos, mas a boca do insensato o leva à ruína. Provérbios 10.8

Jesus veio à terra a fim de fazer a vontade do Pai, Hebreus 10.7. Ele aprendeu a obediência, Hebreus 5.8. Como o Filho obediente, ele “tornou-se a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem” Hebreus 5.9. Continue lendo “Os sábios aceitam”

Para ver a glória do Pai

Romanos 6.4: Na vida obediente a glória de Deus aparece.

Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.
Romanos 6.4

A glória de Deus se manifesta quando obedecemos à sua vontade. Há uma ligação entre a obediência ao mandamento de Deus e a manifestação da sua glória. Continue lendo “Para ver a glória do Pai”

Quem é o povo de Deus? Estêvão responde

Atos 7.53: Como identificar o povo verdadeiro de Deus.

O sermão de Estêvão serve não somente como momento em que se desencadeia uma grande perseguição contra a igreja em Jerusalém, Atos 8.1, mas também como marco, no livro de Atos, que leva o evangelho aos gentios. Isso porque Estêvão mostra, pela história dos judeus, a rejeição do plano de Deus por eles e a verdadeira natureza do povo de Deus.

A última frase dele, depois de afirmar que eles tinha matado o Justo, é instrutiva: Continue lendo “Quem é o povo de Deus? Estêvão responde”

Obediência completa

2 Coríntios 10.6: Nossa obediência deve ser completa, como a de Jesus.

A obediência de Jesus foi completa, até o último dia da sua vida. Assim, ele se tornou “a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem” Hebreus 5.9. A nossa obediência também deve ser completa, para recebermos da mão dele a salvação eterna: Continue lendo “Obediência completa”

Ação: Obedecer

1 Pedro 1.22: A obediência contínua é necessária para a salvação.

LER: “Vocês purificaram a sua vida pela obediência à verdade” 1Pd 1.22.

PENSAR: Obedecer à verdade é o mesmo de obedecer ao Senhor Jesus, Mt 7.21. Essa verdade foi revelada nas Escrituras. Tal obediência purifica a alma dos pecados, o que significa a redenção, Ef 1.7. A salvação eterna é para quem obedece Jesus, Hb 5.9. A fé sem a obediência é inútil para a justificação, Tg 2.14-26. Continue lendo “Ação: Obedecer”

Levantarei as mãos para os mandamentos de Deus

Salmo 119.48: É hora de rejeitar a confusão evangélica.

Quando alguém diz que não devemos idolatrar a Bíblia, é necessário sorrir. É possível idolatrar o próprio Deus? Claro que não! Como seria possível então idolatrar a palavra de Deus? Continue lendo “Levantarei as mãos para os mandamentos de Deus”

Quando se deve parar de orar

Atos 22.16: Ananias interrompeu a oração de Saulo.

Quando Saulo chegou a Damasco, após ver o Senhor Jesus no caminho, ele começou a orar e jejuar. Permaneceu três dias assim. O Senhor enviou o discípulo Ananias para pregar-lhe o evangelho. O pregador falou assim ao perseguidor: Continue lendo “Quando se deve parar de orar”

A intenção da exaltação de Jesus, não mera cerimônia

Filipenses 2.10: Jesus não pode ser Salvador sem ser Senhor.

O corpo reflete o estado de nosso espírito. Na Bíblia, a linguagem da postura do corpo revela a atitude interior. Continue lendo “A intenção da exaltação de Jesus, não mera cerimônia”