Sob autoridade (Mt 8.9)

Texto: Mateus 8.5-13

Memorize: “Pois eu também sou homem sujeito à autoridade e com soldados sob o meu comando. Digo a um: Vá, e ele vai; e a outro: Venha, e ele vem. Digo a meu servo: Faça isto, e ele faz”. Mateus 8.9 NVI

O soldado tem compromisso de manter a disciplina militar. Ele se compromete, segundo um site militar brasileiro, à “rigorosa obediência às leis, aos regulamentos, normas e disposições” e à “pronta obediência às ordens dos superiores”.

O setor militar é uma hierarquia. O treinamento garante que o recruta obedeça a seus superiores imediatamente, sem questionamento. Continue lendo “Sob autoridade (Mt 8.9)”

Jamais tropeçarão

Portanto, irmãos, empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão.
2 Pedro 1.10

Vale o esforço humano somente porque Deus chama, elege e dá todos os recursos necessários para a vida e para a piedade. Continue lendo “Jamais tropeçarão”

De jeito nenhum!

Mas Pedro respondeu: “De modo nenhum, Senhor! Jamais comi algo impuro ou imundo!”
Atos 10.14

Pedro negou Jesus três vezes. Depois, ao ser perguntado pelo Senhor, afirmou três vezes seu amor por ele.

Agora, numa visão, Pedro recusa três vezes a obedecer um mandamento do Senhor.

Sua recusa se deu porque Não entendia a vontade de Deus quanto aos gentios, e muito menos que o judaí­smo Não era mais o caminho para a aprovação divina.

O momento serviu para Pedro refletir no significado da visão. E quando chegou ao momento de pregar para Cornélio, eu proclamou o evangelho aos gentios e depois defendeu sua ação perante os judeus.

Se é que você é arredio ao ouvir algum mandamento de Deus, tome como momento de refletir e buscar maior compreensão dos caminhos do Senhor.

Paz como rio

Se tão-somente você tivesse prestado atenção í s minhas ordens, sua paz seria como um rio, sua retidão, como as ondas do mar”.
Isaí­as 48.18

A paz é um dos maiores valores entre nós. Desejamos a todo aniversariante “muita paz”.

A paz Não é resultado de muitos bens. Pelo contrário, quanto mais rico, mais preocupado se fica com a riqueza.

A paz Não é garantida quando se foge dos conflitos. Quando se esconde assim, crescem os temores.

Conseqí¼ência da obediência, a paz, como o “bem-estar positivo em geral”, como a descreve o irmão Clyde Woods, alimenta a vida como um rio cujas correntezas Não cessam, alegrando e suprindo toda necessidade.

Como ter esta paz? Dando ouvidos aos mandamentos divinos.

Simples, Não é?

Para conhecer Deus

Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos.
1 João 2.3

Para o ano de 2007, tenho apenas uma oração por você: para que conheça a Deus.

Alguns dos meus queridos leitores Não o conhecem.

Outros pensam que o conhecem, mas Deus Não os conhece.

Outros o conhecem de fato e são por ele conhecidos.

Como posso ser tão atrevido escrevendo estas coisas? Porque o próprio Deus nos dá as condiçíµes de saber quem o conhece ou Não.

Se. Esta partí­cula expressa uma condição, a da obediência. Podemos saber se o conhecemos SE obedecemos aos mandamentos do Senhor.

Se posso ajudar você a saber se conhece a Deus ou Não, estou í s suas ordens.

Pois Não há outro desejo maior que tenho para o seu bem.