Jesus batizava

Depois disso Jesus foi com os seus discí­pulos para a terra da Judéia, onde passou algum tempo com eles e batizava.
João 3.22

O texto sobre o encontro de Jesus com Nicodemus (3.1-21) serve bem para apresentar a atividade do Senhor batizando as pessoas.

Ele tinha ensinando a Nicodemus que “Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo” (v. 3), “da água e do Espí­rito” (v. 5).

Agora, ele passa algum tempo batizando as pessoas que vinham até ele. As pessoas estavam vindo “para a luz” (v. 21) ao serem batizadas por Jesus.

Enquanto Jesus batizava, João também fazia a mesma coisa (v. 23). Nesse momento havia dois batismos: o de Jesus e o de João, a quem sempre apontava o Senhor como o Messias.

Mas chegou a hora em que ficou um só batismo (Efésios 4.4), o qual permanece até hoje: a imersão na água da pessoa arrependida para receber o perdão dos pecados.

Hoje, as denominações criaram muitos batismos. Mas ainda continua havendo um só (Mateus 28.18-20; Atos 2.38; 22.16). Você já recebeu o batismo que Jesus ordenou?

Se não, receba-o hoje para que seja discí­pulo dele, perdoado dos pecados e preparado para a eternidade.

Não poderão ser salvos

Atos 15.1: Tem gente que muda os termos da salvação.

Alguns homens desceram da Judéia para Antioquia e passaram a ensinar aos irmãos: “Se vocês não forem circuncidados conforme o costume ensinado por Moisés, não poderão ser salvos”.
Atos 15.1

Desde o iní­cio do evangelho de Cristo, falsos mestres têm mudado os termos da salvação.

Alguns acrescentam mais condições, outros as tiram, ainda outros trocam os mandamentos de Cristo por seus próprios.

Quando estes começaram a insistir na observação das leis de Moisés, foi considerado assunto tão importante que houve uma grande reunião em Jerusalém com toda a igreja.

Pois o que é necessário para a salvação é a questão mais importante de todas.

Se você não sabe com toda certeza o que Deus (e não nenhum homem) exige de você para ser salvo, você deve se apressar para descobri-lo. E fazê-lo.