O árbitro infalível e fiel

Colossenses 3.15: A paz de Cristo determina sempre a melhor palavra e ação.

Adeptos e fás de esporte criticam os árbitros e juízes pelas muitas falhas que cometem durante um jogo ou competição. Dificilmente, haverá satisfação com o desempenho deles. Mas existe um árbitro infalível e fiel em todo o tempo.

Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração, visto que vocês foram chamados para viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos.
Colossenses 3.15

#1. A paz é a condição da convivência no corpo de Cristo, que é a igreja. Não temos paz longe das pessoas, mas no meio da igreja. A paz de Cristo é o caráter dos relacionamentos, acima de tudo, com Deus e com os da família da fé.

#2. A gratidão cultiva a paz na igreja. Quando estamos gratos pelo modelo da igreja que Deus nos deu e pelos esforços dos irmãos viverem conforme o modelo, deixamos de procurar erros e falhas nos outros.

#3. A paz que Cristo oferece faz a arbitragem dos nossos pensamentos. Ela expulsa os pensamentos críticos e negativos. Ela apita na hora que a amargura, a dúvida, a inimizade ou a imoralidade procura entrar no coração.

A paz de Cristo é o fator decisivo.

Abro-me, ó Deus, à paz de Cristo, para que domine o meu coração e determine minhas palavras, atos e reações. Que assim seja!

Segure essa ideia: Com a paz de Cristo reinando na igreja, / Ela expulsa a divisão e inveja.

Paz como rio

Se tão-somente você tivesse prestado atenção í s minhas ordens, sua paz seria como um rio, sua retidão, como as ondas do mar”.
Isaí­as 48.18

A paz é um dos maiores valores entre nós. Desejamos a todo aniversariante “muita paz”.

A paz Não é resultado de muitos bens. Pelo contrário, quanto mais rico, mais preocupado se fica com a riqueza.

A paz Não é garantida quando se foge dos conflitos. Quando se esconde assim, crescem os temores.

Conseqí¼ência da obediência, a paz, como o “bem-estar positivo em geral”, como a descreve o irmão Clyde Woods, alimenta a vida como um rio cujas correntezas Não cessam, alegrando e suprindo toda necessidade.

Como ter esta paz? Dando ouvidos aos mandamentos divinos.

Simples, Não é?