O Cordeiro, em pé

Apocalipse 14.1: Jesus Cordeiro lidera seu povo à vitória.

Então olhei, e diante de mim estava o Cordeiro, em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil que traziam escritos na testa o nome dele e o nome de seu Pai. Apocalipse 14.1

Quando João, o Imergidor, apontava Jesus para que as pessoas o notassem, ele clamou: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1.29. Todos entendiam a figura de linguagem, pois os judeus ofereciam cordeiros como sacrifício para o perdão dos pecados. No plano de Deus, ele instituiu os sacrifícios para que a obra de Cristo fosse compreendida e recebida como a solução definitiva para o problema do pecado. Continue lendo “O Cordeiro, em pé”

A natureza da sua promessa

1 João 2.25: E quem é "ele" que faz essa promessa?

E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 1 João 2.25

Em todos os seus escritos, esta é a única vez que João usa a palavra “promessa”. Assim, o texto nos apresenta um interesse especial. A promessa mencionada por João serve como incentivo para os leitores permanecerem na verdade da mensagem que receberam no início. Esta fidelidade significa permanência no Filho e no Pai, isto é, relaconamento e intimidade com eles. Continue lendo “A natureza da sua promessa”

Luz que produz vida

João 1.4-5: A luz de Jesus produz a vida eterna.

Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. A luz brilha nas trevas, e as trevas não a derrotaram. João 1.4-5

Na terra, o sol torna possível a vida. Sem ele, logo tudo morreria. Assim, vemos a conexão entre a luz e a vida. De forma semelhante, como a luz de Deus, Jesus traz vida ao ser humano. Esta vida não é física mas sim espiritual e eterna. Continue lendo “Luz que produz vida”

O que importa

Gálatas 6.15: Isto que é "algo" importante e grandioso.

Para cristãos que estavam no processo de abandonar a Boa Nova e abraçar um esforço inútil, o apóstolo Paulo termina sua carta lembrando-lhes do que realmente importa.

De nada vale ser circuncidado ou não. O que importa é ser uma nova criação. —Gálatas 6.15

O que é a nova criação? É a nova pessoa em Cristo e a nova realidade que ela vive—não habita mais como parte do mundo rebelde, 6.14, mas agora “na nova comunidade de pessoas novas” (S.K. Williams, Galatians). A novidade abrange tanto o interior como o relacionamento. Continue lendo “O que importa”

Ação: Progredir

1 Tessalonicenses 4.1: Descubra o que Deus detesta e o que lhe agrada.

LER: “cresçam nisso cada vez mais” 1Ts 4.1.

PENSAR: O crescimento está em agradar a Deus. É o assunto de instrução entre cristãos. O progresso espiritual não é opção, mas sim mandamento dado pela autoridade do Senhor Jesus, v2. O batismo é apenas o começo. Depois de nascer, é necessário crescer. O discípulo não pára de crescer, mas avança sempre nas coisas de Deus. Continue lendo “Ação: Progredir”

O local da vida eterna

1 João 5.11-12: Como entrar em Cristo para ter a vida eterna?

Estamos fazendo reforma em casa. Tem hora que fica difícil achar alguma coisa, pois tudo está fora do lugar. Onde está aquela calça, ou aquela camisa? Está neste ou naquele quarto!

Podemos ter certeza de que o Deus que não muda também não muda o local onde podemos encontrar a vida eterna. Esta vida está em Cristo. Continue lendo “O local da vida eterna”

A recompensa da bênção de Deus

Salmo 24.5: Deus recompensa o adorador.

O homem foi criado como criatura incentivada por recompensas. No âmbito espiritual, não é diferente. O comunismo não funcionou, em parte, porque separou a recompensa do seu trabalho. Mas Deus não faz assim. Continue lendo “A recompensa da bênção de Deus”

Quem quer viver uma vida de pensamentos inúteis?

Efésios 4.17: O cristão vive de forma diferente.

Há um caminho cuja direção e atividade produzem na vida de quem o segue somente coisas positivas, um caminho bem sinalizado. Continue lendo “Quem quer viver uma vida de pensamentos inúteis?”