Se morrer, dará muito fruto

João 12.24-25: Você já experimentou essa morte?

Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto. Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.
João 12.24-25

Jesus falava às vezes usando o paradoxo. O paradoxo é uma contradição ou oposição aparente, algo que, à primeira vista, parece que não podia valer ou ser verdadeiro, mas que contém um princípio ou verdade importante. Continue lendo “Se morrer, dará muito fruto”

Considero tudo como perda

Filipenses 3.8: Quanto custa para conhecer Cristo? Tudo!

Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo,
Filipenses 3.8

As coisas que valorizamos antes de entrar em Cristo se tornam como se fossem prejuízos. Funcionam muitas vezes como impedimentos ao supremo valor de manter com Jesus um relacionamento. Continue lendo “Considero tudo como perda”

Enquanto eu viver

Salmo 146.2: Importa nem tanto quanto tempo vive, mas como vive.

Louvarei o Senhor por toda a minha vida;
cantarei louvores ao meu Deus
    enquanto eu viver.
Salmo 146.2

Pessoas que vivem numa “Zona Azul” do mundo vivem mais anos do que a média. Muito tempo mais. (Vai clicar, não vai?) O ser humano quer viver o mais tempo possível. Então, faz muita pesquisa para descobrir os segredos da longevidade. Continue lendo “Enquanto eu viver”

Como tornar o ano novo realmente novo

2 Coríntios 5.17: Faça isso e experimente algo novo.

Portanto, se alguém está em Cristo,
é nova criação.
As coisas antigas já passaram;
eis que surgiram coisas novas!
2 Coríntios 5.17

O ano novo traz novas esperanças. As pessoas trocam desejos para um ano repleto de realizações, sucesso, saúde, paz e alegria. Repete-se a cada ano os mesmos desejos. Mas nada realmente muda. Continue lendo “Como tornar o ano novo realmente novo”

Caminho apertado

Mateus 7.13-14: Deus é um só, e o caminho também.

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram. Mateus 7.13-14

Dizia-se antigamente que todos os caminhos levavam a Roma. Como capital do império romano, o governo construiu um sistema de rodovias para poder deslocar com agilidade o seu exército. A famosa paz romana se mantinha por força. Alguns aplicaram a frase para dizer que Deus é um só, então todos os caminhos levam até Deus. Mas o Senhor não é ponto geográfico. E no âmbito espiritual a lógica é outra. Continue lendo “Caminho apertado”

Nós voamos

Eis por que Jesus é tão superior a Moisés.

Os anos de nossa vida chegam a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor; entretanto, são anos difíceis e cheios de sofrimento, pois a vida passa depressa, e nós voamos! Salmo 90.10

O título deste salmo atribui a Moisés a autoria: “Oração de Moisés, homem de Deus”, o único salmo dele no livro todo. Embora ele tenha chegado aos 120 anos de idade, a maior parte da vida dele foi de adversidade. Continue lendo “Nós voamos”

O Cordeiro, em pé

Apocalipse 14.1: Jesus Cordeiro lidera seu povo à vitória.

Então olhei, e diante de mim estava o Cordeiro, em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil que traziam escritos na testa o nome dele e o nome de seu Pai. Apocalipse 14.1

Quando João, o Imergidor, apontava Jesus para que as pessoas o notassem, ele clamou: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1.29. Todos entendiam a figura de linguagem, pois os judeus ofereciam cordeiros como sacrifício para o perdão dos pecados. No plano de Deus, ele instituiu os sacrifícios para que a obra de Cristo fosse compreendida e recebida como a solução definitiva para o problema do pecado. Continue lendo “O Cordeiro, em pé”

A natureza da sua promessa

1 João 2.25: E quem é “ele” que faz essa promessa?

E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 1 João 2.25

Em todos os seus escritos, esta é a única vez que João usa a palavra “promessa”. Assim, o texto nos apresenta um interesse especial. A promessa mencionada por João serve como incentivo para os leitores permanecerem na verdade da mensagem que receberam no início. Esta fidelidade significa permanência no Filho e no Pai, isto é, relaconamento e intimidade com eles. Continue lendo “A natureza da sua promessa”

Luz que produz vida

João 1.4-5: A luz de Jesus produz a vida eterna.

Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. A luz brilha nas trevas, e as trevas não a derrotaram. João 1.4-5

Na terra, o sol torna possível a vida. Sem ele, logo tudo morreria. Assim, vemos a conexão entre a luz e a vida. De forma semelhante, como a luz de Deus, Jesus traz vida ao ser humano. Esta vida não é física mas sim espiritual e eterna. Continue lendo “Luz que produz vida”

O que importa

Gálatas 6.15: Isto que é “algo” importante e grandioso.

Para cristãos que estavam no processo de abandonar a Boa Nova e abraçar um esforço inútil, o apóstolo Paulo termina sua carta lembrando-lhes do que realmente importa.

De nada vale ser circuncidado ou não. O que importa é ser uma nova criação. —Gálatas 6.15

O que é a nova criação? É a nova pessoa em Cristo e a nova realidade que ela vive—não habita mais como parte do mundo rebelde, 6.14, mas agora “na nova comunidade de pessoas novas” (S.K. Williams, Galatians). A novidade abrange tanto o interior como o relacionamento. Continue lendo “O que importa”