O coletivo

Atos 2.47: Deus acrescenta à igreja quem é salvo.

(…) E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos. Atos 2.47b

A salvação dos judeus nos primeiros dias da nova aliança ocorreu quando eles eram batizados. Na imersão para o perdão dos pecados, v. 38, o Senhor Jesus agiu. Entre outras coisas, ele acrescentou os salvos à sua igreja.

A NVB traduz o verso assim: “cada dia o Senhor acrescentava à igreja todos os que estavam sendo salvos”. O termo “igreja” não aparece no texto, mas a ideia é exatamente esta.

O verso nos lembra que não existe discípulo solitário. Todos os convertidos fazem parte da igreja. O Senhor é quem faz isso, colocando cada um dos obedientes dentro da igreja.

Os termos: igreja, corpo, povo, família, quando se referindo à igreja de Deus no Novo Testamento, são substantivos coletivos. O que é isso?

“Um substantivo coletivo é uma palavra que indica um conjunto de coisas ou seres da mesma espécie. É uma palavra escrita no singular, que transmite uma noção de conjunto, ou seja, uma noção coletiva” (Neves, “Coletivos”.)

Deus quer que vivamos em comunidade. A primeira, estabelecida em Jerusalém no dia de Pentecoste, mostra como essa convivência deve acontecer, v. 42. Predomina o amor, todos guiados pela doutrina apostólica, todos obedecendo aos mandamentos de Cristo, todos lembrando da sua morte e se entregando como ele se entregou na cruz.

Em Jerusalém, havia uma situação única, com as conversões e acréscimos à igreja ocorrendo diariamente. Cada dia mais feliz do que a última! O Senhor quer ficar ocupado neste trabalho de salvar e acrescentar à igreja. Quer que nós fiquemos ocupados nisto também, pois ele salva quando nós anunciamos a palavra da salvação.

Deus Pai, dou graças por ter sido acrescentado à igreja do Senhor Jesus. Que esta família seja sempre preciosa aos meus olhos.

Um comentário em “O coletivo”

Deixe uma resposta