Com Deus, relacionamento permanente

Sejam fortes e corajosos. Não tenham medo nem fiquem apavorados por causa delas, pois o Senhor, o seu Deus, vai com vocês; nunca os deixará, nunca os abandonará.
Deuteronômio 31.6

Há alguns anos atrás, senti profundamente a perda de uma amizade. Nem consegui explicar os eventos que levaram ao afastamento do amigo. Mas sabia que nunca mais teria o prazer daquela pessoa perto de mim.

Perdemos muitos relacionamentos. Sejam amigos ou parentes, mesmo filhos, pais ou cônjuges.

Moisés, nas palavras acima, estava passando o bastão para Josué. Nunca mais teria o povo de Israel a presença e a liderança desse grande homem de Deus.

Por isso, Moisés aponta a presença constante do Senhor na vida deles, como também faz para o próprio Josué no verso 8.

Há um relacionamento do qual nunca temos que abrir mão.

Em toda a tristeza e luto dos relacionamento humanos, podemos saber que Deus nunca nos deixará. A fragilidade dos laços humanos ressalta a permanência da presença de Deus, mesmo na eternidade.

Por isso, estou decidido a nunca abandonar meu Senhor.

Deixe uma resposta