Com toda a coragem e liberdade

Por que Atos termina com Paulo na prisão?

término do livro de AtosAristótoles frisa a importância de dar atenção ao início, meio e final de uma obra literária. Estamos acostumados a um happy ending, o final feliz de uma história. À primeira vista, portanto, terminar um livro com o personagem principal na prisão não nos parece uma conclusão satisfatória à história, muito menos a do progresso triunfante do evangelho por todo o império romano. Alguns até propuseram que talvez Lucas tivesse em mente escrever um terceiro volume, depois do evangelho e o livro de Atos. Mas vejamos as últimas palavras do livro:

Durante dois anos Paulo morou ali numa casa alugada e recebia todos os que iam vê-lo. Ele anunciava o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, falando com toda a coragem e liberdade.
Atos 28.30-31 NTLH

Por que Lucas termina assim? Pelos menos, dois motivos se sugerem a nós.

Primeiro, as últimas palavras: “coragem e liberdade”, concluem satisfatoriamente um tema do livro, isto é, que os cristãos pregavam em todas as circunstâncias corajosamente, mesmo face à perseguição. E que nem a prisão, nem a morte, impediram o progresso do evangelho. Como Paulo escreveria a Timóteo: “Pelo qual até as prisões, como criminoso, sofro aflições; mas a palavra de Deus não está presa” (2 Timóteo 2.9 PL).

Segundo, é possível que Lucas esteja nos convidando a dar continuidade à história da missão de Deus no mundo. Embora os apóstolos e profetas fossem alicerce da igreja, a missão não morre com eles. Deus chama toda a igreja à tarefa da evangelização. Ele ainda envia seus emissários ao mundo, com a mensagem revelada por eles, e com os milagres operados por meio eles, para falar a palavra da salvação.

Assim, o livro de Atos foi a “História sem fim” original.

 

2 pensamentos em “Com toda a coragem e liberdade”

  1. Olá Randal,

    Fico contente em ver que você está empenhado em compartilhar conosco. A Palavra de Deus nunca volta vazia.
    Abraços.
    Marco Antonio.

Deixe uma resposta