Boa comunicação de intenções

Filipenses 2.23: Partilhar os planos cria confiança.

Usamos setas de mudança de direção nos carros porque consideramos boa ideia avisar aos outros as nossas intenções. Na obra de Cristo, é boa a comunicação também de intenções.

Portanto, é ele quem espero enviar, tão logo me certifique da minha situação,
Filipenses 2.23 NVI

Quando Paulo comunicava suas intenções aos coríntios a respeito de uma visita a eles, alguns deles usavam uma mudança de planos para criticá-lo, 2 Coríntios 1.12-24.

No geral, porém, avisar sobre os planos é vantagem para todos. E Paulo era mestre de dar aos novos convertidos apoio e ânimo por meio de cartas e visitas, tanto suas como de seus companheiros.

Paulo estava preso quando escreveu aos filipenses. Não podia prever o resultado imediato da sua prisão nem quando podia ser solto. Mas até essa informação foi importante também para os filipenses.

O plano de enviar Timóteo dependia da situação dele. Um fator depende de outro. Assim, Paulo comunica aos leitores as dependências e intenções.

Pessoalmente, não gosto de surpresas. Não quero saber depois do fato. quando uma ação me afeta. Talvez alguns não se importem com isso, mas a maioria das pessoas precisa saber antemão, não somente para saber, mas às vezes para participar do processo de planejamento, quando apropriado.

A falta de comunicação gera dúvidas e suspeitas. A comunicação de intenções ajuda a criar confiança e assegura a todos da importância do relacionamento. Em época da Internet, não existe motivo para faltar nessa área.

Deixe uma resposta