Do coração para a boca

Lucas 6.45: O coração é completa dedicação; a boca é o ensino.

Fala-se muito em ser uma pessoa do bem. O mundo, porém, tem pouca ideia do que significa ser boa pessoa. É mais do que bons modos. Algumas das pessoas mais ímpias são, nos tratos com elas, muito agradáveis.

A pessoa boa tira o bem do depósito de coisas boas que tem no seu coração. E a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más. Pois a boca fala do que o coração está cheio.
Lucas 6.45 NTLH

 

As coisas boas do coração, no entender de Jesus, é fazer a sua vontade, verso 46. E isso vai sempre ser demonstrado nas palavras e nas ações. A pessoa boa, então, é aquele que tem no coração o compromisso de ter Jesus como Senhor e segui-lo em todas as coisas.

As coisas más é a rejeição da vontade de Cristo e isso faz com que a pessoa se torne má. Talvez ela se dedique a mil projetos sociais e procura fazer o bem no entender dela, mas ela é má conforme a definição de Cristo.

O verso acima faz parte da conclusão do sermão no lugar plano, que em Lucas corresponde ao sermão do monte em Mateus. As palavras da boca provavelmente se referem aqui especificamente ao ensino. A escolha dos discípulos (6.12-16) é associada ao ensino de Jesus (6.17-49), o que indica que a aceitação do ensino dele é determinante para o seguimento do Senhor.

Quer ser seguidor de Jesus? Coloque seu ensino no coração, para que suas ações e palavras sejam aprovadas pelo Mestre.

2 pensamentos em “Do coração para a boca”

  1. Amém. O coração é algo importante para um bom seguidor de Cristo, pois de lá sai a adoração pura e verdadeira, a obediência, o louvor genuíno e tudo que é bom, em relação a obediência a palavra deve ser guardado lá.

    Deus os abençoe

Deixe uma resposta