Confiar no coração é estúpido

Provérbios 28.26: Liberdade está na sabedoria.

coracao-emocao

Termos que têm para nós um significado nem sempre significavam a mesma coisa para os antigos. Bom exemplo disso é o termo coração, quando usado em sentido figurativo.

Quem confia no próprio coração é insensato, mas quem age com sabedoria viverá em liberdade.
Provérbios 28.26 A21

Quando nós falamos no coração, referimo-nos aos sentimentos e à emoção. Para os antigos, porém, o termo era bem mais abrangente. Significava o homem interior, incluindo a mente, a vontade (o que toma decisões) e a emoção.

Por isso, versões como a NVI traduzem coração aqui como “si mesmo”. É uma boa tradução isto. Não há nada do homem que o qualifica como guia confiável. Não há nada em mim que me qualifica.

Hoje, nossa sociedade valoriza demais o coração como sentimento. Pensa que é o que é mais genuíno e autêntico. A resposta moderna nos manda olhar para dentro do coração para descobrir o caminho. É no coração que se deve confiar, dizem os modernos. E estão redondamente enganados.

Deus valoriza especialmente a mente e a vontade, guiadas pela sua palavra. O saber e o decidir são prioritários. O sentir surge como resultado do trabalho mental e decisório, pelo bem ou pelo mal.

Temos liberdade quando nos aderimos à sabedoria divina, e não quando seguimos as próprias ideias e inclinações. Não é lá dentro que encontramos as respostas, mas em cima, no céu, com Deus. Não no interior, mas no Superior.

Mas, como disse Isaías: “Ninguém pára para pensar” Is 44.19 NVI.

Seguir o próprio coração é agir estupidamente. Quando aprenderemos?

Que pensemos sempre, nosso Pai, nas coisas do alto, reveladas pelo Espírito, contidas em Jesus.

Segure esta ideia: A Bíblia não nos manda sentir, mas sim pensar.

2 pensamentos em “Confiar no coração é estúpido”

  1. Amém. Meu irmão esse é um comentário que pode ser discutido por muitos ou até mal entendido, porém eu compreendo muito bem, graças a DEUS por isso, nós sempre falamos que é melhor se guiar pela ração bíblica do que pelas nossas emoções é claro na revelação de DEUS ao homem temos tudo que precisamos para viver de forma digna do SENHOR. Abraços seu irmão Madson.

Deixe uma resposta