O coração é igual à mente

Provérbios 4.23: Todo cuidado é pouco

 

Hoje, as pessoas gostam muito de falar sobre o coração como a sede das emoções. Supostamente, as emoções são a parte mais genuína do ser humano. Conforme esta visão, o que se sente é mais importante, mais básico do que se pensa, do que se sabe, do que se faz.

Mas a Bíblia não concorda com esta visão.

Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos.
Provérbios 4.23 NTLH

Uma tradução mais literal do verso acima dá uma ideia muito diferente, e muito errada: “Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”.

“O coração (heb. leb) não é o centro das emoções ou da afeição, mas o centro da personalidade, das decisões, da compreensão” CBNVI. A tradução da NTLH, portanto, acerta na mosca. (Ver NVI, margem.)

A vida é determinada pelo que pensamos. A mente direciona tudo. Todo cuidado é pouco para garantir os pensamentos bons, saudáveis e verdadeiros. Pensar bem significa ser sábio.

Quero pensar, Senhor, os seus pensamentos, pois estes são muito mais altos do que os do ser humano. Que eu seja, para isso, consumidor voraz das Escrituras.

Segure esta ideia: Toda diligência, toda a vigilância, é preciso para garantir os bons pensamentos na mente.

7 pensamentos em “O coração é igual à mente”

  1. Isso nos dias atuais nos leva a um esforço mental descomunal. A sociedade, influenciada e contaminada por grande parte da mídia, nos traz diariamente notícias ruins, imagens pecaminosas, comportamentos contrários aos bons princípios morais da família. Portanto, o esforço, repito, é enorme para mantermos a mente voltada para o bem. Por isso DEUS é muito importante nas nossas vidas. Através da fé e das orações, nós podemos e devemos nos afastar dessas tentações.

  2. Mozart, excelente observação. É por isso que os cristãos têm de se afastar da mídia e se enfiar na Bíblia. Nela temos a fonte da nossa reorientação mental e transformação dos pensamentos.

  3. Concordo, irmão Randal,…Mas dentro deste assunto gostaria ainda de dizer que precisamos facilitar o entendimento da Bíblia..As vezes os menos providos de ensino e, portanto, de sabedoria pobre, têm dificuldades para entender os textos da Bíblia. Hoje temos as TV(s) católicas que poderiam mostrar os ensinamentos de DEUS com mais transparência,com mais didática, quero dizer, facilitando o entendimento para todos..Amém.

  4. Não serão as TVs católicas que trarão aos menos esclarecidos uma compreensão da Bíblia. Cada pessoa tem as condições, por meio da leitura assídua e meditação cuidadosa, de entender a Palavra de Deus. Tanto a doutrina católica quanto a protestante levam o leitora para longe do verdadeiro significado das Escrituras.

  5. Irmão Randal, estou falando em tese, pois percebo na minha comunidade esta dificuldade. Me refiro mais incisivamente aos textos bíblicos onde a compreensão torna-se difícil pelo sentido figurativo da época (principalmente no Antigo Testamento). As homilias dos padres, quando bem explicitadas, por vezes facilitam este entendimento ..

  6. Quanto à falta de compreensão da parte da maioria, poderá haver uma variedade de opiniões, com certeza. Creio que existe uma dependência de terceiros para os conhecimentos, o que gera uma preguiça para a própria pessoa fazer o trabalho, uma lerdeza espiritual contente de receber de alguém considerado mais apto ou mais bem formado. Esta condição pode ser observada entre protestantes e católicos, aqui no Brasil.

    Obviamente, o Novo Testamento tem espaço para os mestres e supervisores exercerem sua função dentro da igreja de Deus, os quais têm de ser aptos para o ensino.

    Agradeço os comentários!

Deixe uma resposta