Cristo amou a igreja

Quando quis descrever a atitude que os maridos devem ter para com as esposas, o apóstolo Paulo recorre ao amor que Cristo teve pela igreja:

(…) Cristo amou a igreja e entregou-se por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, para apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável.
Efésios 5.25b-27

Toda a obra purificadora e santificadora de Cristo tem como alvo a igreja. Embora o Senhor trate com indivíduos, ele os vê como parte do todo: súditos do reino, membros do corpo, filhos na família de Deus.

Há irmãos segundo a carne que não falam uns com os outros há anos. Não querem ter nada a ver com seus familiares.

A vida em Cristo se conduz no meio da irmandade. Pois se Cristo amou a igreja de maneira a entregar-se por ela, como podíamos fazer dela pouco caso?

Deixe uma resposta