Da família para a igreja

Não pode fazer o bem na igreja se não o faz na família.

Criar uma família no caminho de Deus apresenta um desafio e serve como bom treinamento para o supervisor da igreja. Paulo cita como um dos requisitos para o pastor a vida familiar estável sob seus cuidados.

Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?
1 Timóteo 3.5 NVI

Cuidar da igreja exige mais ainda, pois há mais pessoas e menos controle. Não é à toa que Paulo usa os termos “governar” para a família e “cuidar” para a igreja.

Ao mesmo tempo, a dinâmica da família serve bem para preparar um homem para o trabalho de pastorear a igreja, garantindo ao mesmo tempo que ele tenha uma idade, como ancião, que reflete uma certa experiência e sabedoria de vida.

Pai, multiplique dentre o seu povo homens que guiem a igreja no crescimento e na maturidade.

Segure este pensamento: A igreja progride conforme a qualidade dos seus supervisores.

3 pensamentos em “Da família para a igreja”

  1. A tentação satânica é aplicar os verbos no inverso: GOVERNAR na igreja e CUIDAR da casa. Na matemática a ordem dos fatores não altera o produto. Cuidado: Na vida com Deus não é assim. A ordem das palavras de Jesus têm sim muito significado..e importância. Randal muito obrigado por essa reflexão. Serviremos ao Senhor na edificação da igreja em Manaus compartilhando essa mensagem.

Deixe uma resposta