Dá fim à maldade dos ímpios!

Quem tem, sabe. Quem não tem, titubeia.

CertezaSem uma vida dedicada a Deus, faltamos a certeza da sua causa e a clareza da santidade. Com uma vida dedicada, podemos falar com confiança.

Deus justo, que sondas as mentes e os corações, dá fim à maldade dos ímpios e ao justo dá segurança.
Salmo 7.9 NVI

O fato de Deus sondar mentes e corações não foi motivo para Davi deixar de pedir o juízo de Deus, mas serviu exatamente como a sua razão. Pois ele sabia de que lado estava.

Se você titubeia sobre o juízo, bem pode ser indício de falta de integridade (verso 8) no seu relacionamento com Deus.

Se é o caso, há necessidade do arrependimento.

Pai, que eu esteja certo do meu relacionamento com o Senhor, para que eu tenha certeza de todo o resto. Pela justiça de Cristo, amém.

1 pensamento em “Dá fim à maldade dos ímpios!”

  1. Uma vida íntegra! Esta é uma das mais preciosas formas do cristão refletir a luz de Cristo.

    Retidão é atributo de Deus, e ele precisa estar presente na vida daquele que professa ser seu filho; seu seguidor; seu servo; seu discípulo. Retidão é o caráter pelo qual o cristão age de acordo com a vontade de Deus, ou seja, aquilo que é certo e justo perante o Criador.

    É na integridade que iluminaremos outros refletindo a luz de Cristo como um espelho límpido e purificado. É na integridade que ganharemos almas para Cristo, pois por uma vida reta e temente a Deus, as atitudes falarão muito mais do que centenas e centenas de palavras vazias. É na integridade que glorificaremos a Deus, pois pelas nossas atitudes o nome dEle será exaltado.

    Se Deus (YHWH) é onipresente, onisciente e onipotente como a Palavra declara, e temos consciência disto, é com integridade que devemos andar, do contrário, teremos uma triste surpresa no justo juízo de Deus (Hebreus 4:12,13).

    “O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5:23). “Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes” (Tg 1:4). “É na vossa perseverança que ganhareis a vossa alma” (Lc 21:19).

Deixe uma resposta