Se alguém decidir fazer a vontade de Deus

João 7.17: Para saber, é preciso antes decidir.

Se alguém decidir fazer a vontade de Deus, descobrirá se o meu ensino vem de Deus ou se falo por mim mesmo. João 7.17

Jesus continua sua resposta à questão sobre como ele podia ensinar verdades tão poderosas, não sendo instruído formalmente, v 15. O Senhor afirma a possibilidade de saber qual ensinamento vem de Deus. Mas é necessário, primeiro, querer fazer a vontade de Deus para conhecê-lo.

Qual o processo pelo qual sabemos se o ensino de Jesus vem de Deus ou não? Jesus escolheu os apóstolos que, juntos com os profetas, foram inspirados para escrever a sua palavra, no Novo Testamento. Este contém todo o ensino dele e fora dele não há nada do seu ensino. Hoje, toda a vontade de Deus em Cristo está no Novo Testamento.

O que Jesus afirma ser o o objetivo de discernir a origem do seu ensino? O fazer a vontade de Deus. Nada adianta saber sem fazer. A prática da sua vontade é a base de tudo, inclusive da salvação. Conhecimento sem obediência é inútil.

É possível conhecer a vontade de Deus pela decisão da própria vontade de buscar. A palavra decidir indica um exercício da vontade. Não haverá esclarecimento da nossa parte sem haver primeiro uma decisão nossa. No compromisso vem a certeza. Só é possível descobrir, porém, porque Deus já revelou a sua vontade na pessoa de Cristo. A natureza da decisão, portanto, se resume na recepção, ou até na receptividade, da revelação divina.

Senhor Deus, obrigado por nos revelar sua vontade por meio de Jesus. Estamos decididos. Mostra-nos o caminho.

Deixe uma resposta