Destinados

1 Tessalonicenses 5.8-9: A sobriedade é qualidade da salvação.

Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo a couraça da fé e do amor e o capacete da esperança da salvação. Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para recebermos a salvação por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
1 Tessalonicenses 5.8-9

No dia os homens trabalham. À noite, dormem e embriagam-se. No sentido espiritual, os cristãos não pertencem à noite, mas sim do dia. O desleixo, o descuido e a inatividade (sono), junto com a dissolução, a falta de autocontrole e a entrega às paixões (embriagar-se) trazem sobre a pessoa a ira de Deus.

Precisamos ser sóbrios, controlados, atentos. A fé exige todo o cuidado. Paulo recorre à imagem bélica usando referências à armadura, seguindo o uso de Isaías 59.17. Nossa proteção contra a perdição é a preparação para o conflito espiritual e nosso constante pelejamento nele.

Compondo essa armadura é a tríade da fé, do amor e da esperança. É preciso desenvolver a cada dia essas três virtudes, fortalecendo-as pelo conhecimento do plano de Deus e pela prática delas para com Deus e o próximo.

O plano de Deus diz respeito à salvação por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Todo esforço visa este alvo. Cremos para continuar nessa salvação. Amamos como Jesus amou. Esperamos sua vinda do céu. O plano de Deus é nosso plano: sermos salvos por Jesus e salvar aos outros por meio dele. Por tais esforços cumpriremos o nosso destino.

Pai, obrigado por seu plano bondoso. Que sejamos sóbrios para que cheguemos à salvação eterna.

Deixe uma resposta