O que Deus fez

Atos 5.30-31: O foco da pregação é o que Deus fez em Cristo.

O Deus dos nossos antepassados ressuscitou Jesus, a quem os senhores mataram, suspendendo-o num madeiro. Deus o exaltou, colocando-o à sua direita como Príncipe e Salvador, para dar a Israel arrependimento e perdão de pecados. Atos 5.30-31

Perante o Sinédrio, autoridade máxima entre os judeus, Pedro e os outros apóstolos responderam, pela segunda vez, por sua pregação a respeito de Jesus. Com coragem e verdade, deixaram claro os grandes atos de Deus, apesar das ações do conselho.

Estavam fazendo o que Pedro, muitos anos mais tarde, afirmaria ser a missão da igreja: “anunciar os atos poderosos de Deus” 1 Pedro 2.9 NTLH. O foco da obra de Deus está na ressurreição e exaltação de Jesus. Na ressurreição, ele declarou efetiva para toda a humanidade a morte de Cristo. Na sua exaltação, Deus o estabeleceu como Líder e Salvador, a quem todos devem seguir e se submeter. Sem abandonar outros deuses (inclusive a própria opinião) e voltar-se a Jesus, não haveria salvação.

A salvação tem vários aspectos, ou facetas, mas Pedro, pelo que ele deixa evidente na sua primeira carta, pensa mais nela como sendo futuro ainda, “prestes a ser revelada no último tempo” 1 Pedro 1.5. Ele pensa especialmente no seu efeito eterno.

Lucas, o autor de Atos, tem interesse especial no arrependimento como condição da salvação, Lucas 24.47. O que Deus fez é para todos, mas poucos estão dispostos a buscá-lo. Mesmo assim, a todos a Boa Nova é oferecida, até ao Sinédrio.

Louvado seja o Senhor pelos seus grandes atos em Cristo.

Deixe uma resposta