Ele amou primeiro

Deus nos ama. Devemos amar aos irmãos.

Nós amamos porque ele nos amou primeiro.
1 João 4.19

“Deus é amor”, escreveu João, duas vezes, 1 João 4.8, 16. É a sua natureza o ser amor. Tudo o que ele faz é expressão do amor. Ele criou o ser humano a fim de demonstrar o amor. O amor não é isolado; Deus toma a iniciativa no amor. Nosso amor é uma resposta ao dele.

  1. A resposta do amor demonstra que pertence a Deus, vv. 7-8, pois quem não ama “não conhece a Deus”. O filho nasce com os traços do Pai e neles cresce. Se Deus é amor, o filho ama. O amor que procede de Deus cria a comunidade dos “amados”.
  2. A resposta do amor tem como foco o Filho enviado ao mundo, vv. 9-10. Nós o amamos porque reconhecemos nossa necessidade de ter “propiciação pelos nossos pecados”. Quem não se reconhece como pecador não pode amar a Deus. O amor enviador de Deus tanto ama os irmãos como também os que têm o potential de ser irmão.
  3. A resposta do amor leva em conta a o irmão, vv. 20-21. O amor não é teórico, mas sim prático. Para aquele que vemos com os olhos, devemos fazer algo de concreto. O ódio é falta da expressão do amor. O amor age para abençoar ao irmão. O amor envia o melhor.

“(…) quando você sente nos seus ossos o significado da graça de Deus, você vai querer levar uma vida mais piedosa do que nunca. Mas a diferença é esta: Você o faz como resposta ao amor de Deus, ao invés de fazer para merecer esse amor” (A.L. McGinnis, Confidence).

Pai, nós o amamos. Ajude-nos a amar aos nossos irmãos.

Deixe uma resposta