Ele se levantou

Vamos desistir ou voltar à luta?

Está se sentindo derrubado? Tropeçou e caiu? O rosto está comendo a poeira? As barreiras parecem intransponíveis? Levante-se e vá em frente!

Alguns judeus que tinham vindo das cidades de Antioquia e de Icônio conseguiram o apoio da multidão, apedrejaram Paulo e o arrastaram para fora da cidade, porque pensavam que ele tinha morrido. Mas, quando os cristãos se ajuntaram em volta dele, ele se levantou e entrou na cidade de novo. E no dia seguinte Paulo e Barnabé partiram para a cidade de Derbe.
Atos 14.19-20 NTLH

Em Icônio, Paulo e Barnabé escaparam por um triz, tiveram de fugir da cidade para não serem apedrejados.

Agora, em Listra, Paulo sofre o apedrejamento às mãos dos judeus e é deixado por morto. De tão convencidos eles da morte do apóstolo, arrastam-no para fora da cidade. Deixe que os cães e as aves façam festa no cadáver!

Mas Paulo se levanta.

Houve algum milagre aqui? Não há nota disso, e geralmente quando há milagre, Lucas o registra.

Mas havendo milagre ou não, o fato de Paulo se levantar e ir para a frente, voltar à cidade, seguir adiante com sua viagem de pregação, diz tudo sobre o compromisso dele, de nunca desistir no serviço de Cristo.

Não foi o milagre que o fez levantar, mas sim o amor a Deus.

Em determinado momento da vida os outros vão nos descartar e nos deixar por mortos.

Podemos jogar a toalha ou levantar e sacudir a poeira do corpo.

Podemos morrer na praia ou voltar à luta.

Podemos entregar os pontos ou recusar a nos dar por vencidos.

Pai que tudo vê e que tudo usa para seu projeto, vem me embutir com força de vontade, para que nada me derrube, para que ninguém me interfira de fazer toda a sua vontade. Em Cristo, amém.

Segure este pensamento: ainda que o justo caia sete vezes, tornará a erguer-se” (Provérbios 24.16 NVI).

Deixe uma resposta