Entrou em Judas

Entretanto, Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, um dos Doze, e ele foi combinar com os sacerdotes-chefes e com os comandantes da guarda o modo de entregar Jesus.
Lucas 22.3-4 BMD

Não foi contra a vontade de Judas que Satanás entrou nele. O apóstolo abriu sua mente e o convidou. Ser um dos Doze não o protegeu da influência do diabo. Ele foi conversar com as autoridades judaicas. O termo: “combinar”, é literalmente, “falar com”, mas a conversar não foi inocente nem inócua. Sua ação foi premeditada.

Judas traiu Jesus junto às autoridades, pois já o tinha traido na sua mente. Assim é conosco também. Dificilmente pecamos de repente, de uma hora para outra. Pecamos porque deixamos Satanás entrar em nós, influenciar nossas atitudes, levar-nos a pensar sobre um pecado e desejá-lo. E com o desejo ele nos apresentará a oportunidade.

Não importa que sejamos evangelista, mestre ou bispo. Para Satanás, quanto mais perto de Jesus, melhor. Assim, ele faz um estrago maior.

Pai celeste, não me deixe cair em tentação, mas livre-me do mal. Que minha mente seja fortalecida, pela sua Palavra, contras as investidas de Satanás. Que reine em mim a pureza, a sinceridade e santidade. Por causa de Cristo. Amém.

“Os preparativos para a Páscoa foram de duas maneiras. Primeiro, houve a preparação que Judas fez e, segundo, a que fizeram os discípulos (vv. 7-13). Imagine estar na posição de Judas. O que estava passando na sua mente? O Espírito Santo deixa claro que foram as sementes de Satanás que estavam passando na sua mente. Por outro lado, os discípulos tinha coisas mais importantes na sua mente, por isso não notaram as atividades de Judas”. Ron Thomas

5 pensamentos em “Entrou em Judas”

  1. Gostei da meditação… li um artigo na net tentando colocar que Judas não quis trair Jesus, que ele não queria o dinheiro, tanto que o jogou fora, mas sim, como um Zelote, fazer a revolução acontecer, esperava dele o Messias que os livraria do império romano. É uma visão beeeem interessante. O que acha?

    PS. Estava gostando muito e acompanhando as meditações sobre 1 capítulo do NT por dia, é uma pena que tenha parado, mas Deus o abençoe!

  2. Obrigado, Jr., nada se diz a respeito das opiniões políticas de Judas, nem que fosse um zelote, pelo que me lembro. Ele jogou fora o dinheiro depois que caiu em si e viu o que tinha feito. Como roubava da tesouraria de Jesus, sua motivação financeira faz sentido. É importante que não tentemos ir além da evidência com teorias.

  3. Interessante refletir sobre o fato de que não pecamos derepente, mas na verdade, ficamos brincando com o pecado em nossa mente e quando aparece uma oportunidade caímos.
    Vou cuidar mais dos meus pensamentos. Melhor prevenir do que remediar.

  4. Randal, muito esperto você, viu? Nos fazer vir até aqui… Mas entendo sua posição e aceito.

    Bem, o destaque é realmente o que o Marcos destacou aí acima: Não devemos ficar brincando com o pecado em nossa mente, pois o inimigo irá apresentá-lo a nós para que o pratiquemos. Que Deus nos ajude. Abraços e Paz.

  5. Não quero dizer que não seja possível pecar de repente, mas geralmente vamos cozinhando a ideia antes de consumar o fato. Quando renovamos a mente (Rm 12.1-3), vamos nos protegendo contra esse processo.

    Pois é, Paulo, resolvi fazer assim para mexer um pouco na direção desse esforço.

Deixe uma resposta