Entusiasmo pelo temor a Deus

Provérbios 23.17-18: As Escrituras examinam o que nutrimos no coração.

Que teu coração não se entusiasme pelos pecadores, mas sim pelo temor do Senhor em todo tempo, porque certamente há um futuro e tua esperança não fracassará.
Provérbios 23.17-18 Vozes

Uma única palavra tem vários sentidos. O contexto determina qual sentido devemos atribuir ao termo. Às vezes, um autor lança mão de dois sentidos, como João faz em João 3.3: nascer de cima e nascer de novo. Nosso texto acima faz algo semelhante:

“A última cláusula de 23.17 falta verbo. Parece que se usa o verbo qana´ (sentir ciúmes/ser zeloso) em ambos os sentidos neste versículo. Não se deve ter ciúmes, ou inveja, dos pecadores, mas sim deve ser zeloso por Deus (Smith 1996, 641). A NAA supre um verbo: “persevere no temor do Senhor”.

Nossas versões bíblicas não conseguem mostrar muito bem esta jogada de sentidos. A Bíblia Vozes se aproxima bem da estrutura da frase e do uso do termo. Nosso “entusiasmo” nunca deve ser direcionado para os pecadores, querendo alcançar o que eles conseguem. Deve ser concentrado sim em temer a Deus em todo tempo.

Isso porque os pecadores não têm futuro. Parecem ser bem-sucedidos agora, mas depois serão destruídos. Quem é zeloso no temor a Deus é quem tem futuro. Não devemos olhar a presente desvantagem do temor a Deus e sim a futura recompensa. “O remédio é olhar para cima (17b) e olhar para a frente (18)” (Kidner 1980, 147).

Novamente, as Escrituras examinam o que nutrimos no coração. Damos graças que Jesus transformou nosso coração (cp. Deuteronômio 30.6 NVT), para podermos expressar este grande zelo por Deus.

Senhor, alimente meu zelo para temê-lo todo dia, e para não desejar as vantagens do pecado.

Deixe uma resposta