O entusiasmo do torcedor

A Bíblia recomenda o entusiasmo do torcedor.

zeloJá sentiu que o fanatismo é qualidade reprovável em tudo, menos o futebol? O torcedor se entusiasma com o time em época de sucesso ou de derrota, não perca um jogo sequer, e veste a camisa a todo momento.

Ele se entregou a si mesmo por nós, para nos resgatar de toda iniqüidade e para purificar um povo que lhe pertence, e que seja zeloso nas boas obras.
Tito 2.14 EP

Tal entusiasmo na Bíblia pelas coisas de Deus se chama “zelo”. Combina os sentimentos calorosos e intensos com a atividade assídua pelo obra de Deus. (No reino, não só torce, mas faz.)

As boas obras são aquelas que Deus define como sendo boas, não pelas ideias humanas. A igreja pertence ao Senhor, então, ele é quem a direciona para o bem.

A vantagem que o cristão tem sobre o torcedor de futebol: Seu treinador nunca teve um time perdedor.

3 pensamentos em “O entusiasmo do torcedor”

  1. Se muitos cristãos tivessem o mesmo entusiasmo que os torcedores têm, o cristianismo seria outro e em consequência a igreja. Eles (os torcedores) são fervorosos, alegres, fiéis, convictos, corajosos, defendem com “unhas e dentes” o seu time, não o abandonam; faltam de serviço por causa de jogos, faltam compromissos importantes para estarem nos estádios, ficam até tarde assistindo os jogos pela TV quando não dá para ir ao estádio, se organizam em torcidas, se organizam para protestar na sede do clube quando o time vai mal; e tantos outros adjetivos e características que poderiam ser descritos aqui. Já pensou cristãos assim, dando tudo isso em prol do “time” de Cristo? Já pensou? Cristãos fervorosos, alegres, fiéis, convictos de sua fé, corajosos, defensores da causa de Cristo; permanência e constância nas reuniões e trabalhos da igreja, presença marcante e atuante na obra, “perdendo” horas de sono para orar, estudar e meditar na palavra de Deus; se organizando para o serviço ao Senhor e defendendo seus direitos. Sim! O cristianismo seria abundantemente produtivo, tanto na evangelização, quanto na edificação mútua. Infelizmente, muitos estão se deixando levar pelos atrativos do mundo, inclusive pelo mundo futebolístico, que virou nada menos que política de interesses. E do mesmo modo que os cristãos, eu coloco o cidadão. Se os cidadãos brasileiros fossem como os torcedores, ou melhor, se os torcedores fossem cidadãos, o país e sua política seriam totalmente diferentes. O torcedor quando seu time vai mal, ele protesta e exige mudança imediata; já o pais, representado por seus políticos, quando vai mal, a única coisa que se vê é murmuração e protestos estéreis. Que Deus nos de força sobre força para vencer a inércia e inoperância que insistem em querer abdicar de nosso tempo, serviço e dedicação a Ele.

  2. NA CORRIDA DA FÉ TEMOS GRANDE NUVENS DE TESTEMUNHAS, NOSSOS TORCEDORES QUE CHEGARAM ATÉ O FINAL. UM TORCEDOR FANÁTICO AMA SEU TIME E NÃO ACEITA DERROTAS EM UMA PARTIDA EMBORA AS VEZES ACONTEÇA E TENHA OUTRAS NO FUTURO, VESTE A CAMISA DO TIME, LUTA PELOS INTERESSES DO TIME EM FIM É O QUE CHAMAM DE “DOENTE”. TAL ANALOGIA É EXCELENTE QUANDO COMPARAMOS COM A OBRA DE JESUS: OS DISCÍPULOS DE CRISTO SÃO “DOENTES” PELA IGREJA DE CRISTO, VESTE A CAMISA, LUTA PELOS INTERESSES DA IGREJA E A OBRA DE JESUS E NÃO ACEITA UMA DERROTA QUE O ADVERSÃRIO MUITAS VEZES IMPÕE. FLAMENGO PERDER PRO VASCO? PRO FLAMENGUISTA INACEITÁVEL, CORINTHIANS PERDER PRO PALMEIRAS OU SÃO PAULO??? INIMAGINÁVEL. BRASIL PERDER PRA ARGENTINA?????? NUNCA. A IGREJA DE CRISTO PERDER PRO DIABO???? BLASFÊMIA, NUNCA, JAMAIS EM MOMENTO ALGUM… ENFIM! UM DISCÍPULO É UM “DOENTE” PELO EVANGELHO!!!

  3. O cristão precisa ser como dinamite,uma explosão para ser ousado no Senhor e nao uma mera pequena explosão.O Poder do evangelho nos capacita sermos homens e mulheres capacitados com poder na propagação do evangelho!!Realmente precisamos ser mais ousados e corajoso no reino de Deus!!

Deixe uma resposta