Escolhi

Salmo 119.173: A decisão é individual.

Em que base posso pedir a ajuda de Deus? Existe alguma condição antes de me direcionar a ele para suplicar-lhe ajuda?

Com tua mão vem ajudar-me, pois escolhi os teus preceitos.
Salmo 119.173 NVI

“Escolhi”. A decisão é individual. No final das contas, não importa o que os outros fazem. Desejo que escolham também os preceitos de Deus. Mas a decisão deles não determinará a minha. A minha está feita e firme.

“Os teus preceitos”. A escolha fica entre fazer o que Deus manda ou seguir minhas próprias ideias. A palavra “preceitos” é usado somente no plural, “termo genérico que indica as responsabilidades que Deus coloca sobre o seu povo” (DITAT). A escolha é a de assumir tais responsabilidades.

“Com tua mão”. O poder de me fixar no Caminho é dele. Sou fraco e necessitado. A oração, a Palavra e a fraternidade são o caminho para o poder divino. A escolha é na sua essência a de se jogar aos cuidados de Deus.

“Vem ajudar-me”. Após minha escolha, Deus pode ajudar. E posso pedir-lhe. Não tenho direito de pedir nem de esperar a ajuda de Deus sem a minha decisão de obedecê-lo.  O “pois” deixa claro: o apelo da ajuda de Deus se baseia na escolha da obediência.

Deus acolhe a quem o escolhe.

2 pensamentos em “Escolhi”

Deixe uma resposta