A função de estrelas e de cristãos

Filipenses 2.15. Cristãos são semelhantes às estrelas.

Quem deixa de reclamar e de brigar (Fp 2.14) abre toda possibilidade de transformação de si próprio e dos outros:

para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo,
Filipenses 2.15 NVI

A humildade (2.1-11) que obedece em toda e qualquer circunstância (2.12-13) e que deixa de reclamar e brigar (2.14) terá impacto transformador e fará grande efeito pela demonstração do abismo entre a pureza e a corrupção.

Da mesma forma como as estrelas foram criadas por Deus para “separar a luz das trevas”, Gênesis 1.17-18, Deus coloca os cristãos no mundo para deixar claro a diferença entre a justiça e a injustiça, a retidão e a depravação.

Assim, Paulo escreve para transmitir a vontade de Deus, para que os seguidores de Cristo cumpram o papel para o qual têm sido resgatados: brilhar com a luz de Deus no meio de um mundo nas trevas da perdição. (Ver Mateus 5.14-16.)

Você está cumprindo a sua função como estrela?

Deixe uma resposta