Fé em Jesus sem parcialidade

Tiago 2.1: A fé significa tratar outros sem parcialidade.

Meus irmãos, vocês não podem ter fé em nosso Senhor Jesus Cristo, o Senhor da glória, e ao mesmo tempo fazer acepção de pessoas. Tiago 2.1 NAA

Tiago usa o nome de Jesus e o título de Cristo apenas duas vezes na sua carta: na saudação e aqui. Esta ocorrência dá portanto ênfase ao assunto da parcialidade. (O termo “Senhor” é usado 14 vezes na carta.)

Se Jesus é “Senhor da glória”, não devemos exaltar nenhuma pessoa, além dele, acima de outra. Jesus é único Senhor, o que coloca todas as pessoas em base de igualidade. O exemplo de Tiago é riqueza e pobreza e tratamento diferenciado nessa base. Na sociedade existe tais diferenças de tratamento. O pobre enfrenta filas e horas em banco e outros lugares; o rico é atendido prontamente. Mas na igreja de Deus, honra é dada a quem serve. Nenhuma condição de vida merece destaque entre os cristãos.

Tiago começa seu apelo chamando os leitores de irmãos. Na sua carta, ele se dirige a eles como irmãos repetidas vezes. Procura incentivar um senso de família entre eles, o amor fraternal. Irmandade significa igualidade.

O amor fraternal e a obra de ajudar aos irmãos é a obra da fé que Tiago recomenda aos leitores. O apelo à imparcialidade, vv. 1-13, leva à obra compassiva da fé, vv. 14-26. Sem a primeira não haverá a segunda.

Novamente, o grande título para Jesus, usado com mais frequência, é Senhor. Sem confessá-lo e obedecê-lo como Senhor, em tudo, não existe fé nenhuma.

Que eu trate todos, Pai, como o Senhor os trata.

Deixe uma resposta