Final feliz e novo capítulo

Atos 28.31: A história tem final feliz e continuidade com cada um de nós.

Quem não gosta de final feliz? O livro de Atos termina com a pregação aberta do evangelho por parte de Paulo. Não pense no fato de ele estar preso. Pense no fato de a Boa Nova não estar preso, 2 Timóteo 2.9.

Pregava o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, abertamente e sem impedimento algum.
Atos 28.31

Estes dois grandes assuntos são, na verdade, um só. Os verbos “pregar” e “ensinar” parecem indicar apenas uma variedade de método e não de conteúdo. Como uma estrela binária, os dois assuntos mencionados giram em torno um do outro, brilhando com uma única luz.

VFL traduz abertamente como “com muita coragem”. No seio do império romano, Paulo fala de reino.  Com certeza, ele falava que o reino era diferente do que o dos romanos, não deste mundo, mas espiritual. Mesmo assim, na capital do poder humano ele prega a soberania divina.

Exemplo desta soberania é como Deus usou as tramas dos judeus para fazer o evangelho chegar a mais pessoas. Mas o que aconteceu com Paulo? Lucas termina  o livro em suspense. Porque o que importa não é o mensageiro, mas a mensagem, e por isso o livro termina com a palavra akolytos, “sem impedimento algum”.

Há paralelos entre o primeiro e o último capítulos do livro:

  1. Ênfase no reino de Deus. Quatro de oito menções do reino ocorrem nestes capítulos: 1.3, 6; 28.23, 31.
  2. A missão universal do evangelho, 1.8; 28.28.
  3. A atividade do ensino, 1.1; 28.31, só que Jesus não é mais o mestre, mas a matéria, do ensino.
  4. O Espírito Santo é envolvido nos pronunciamentos de Jesus, 1.2, e de Paulo, 28.25. (M.C. Parsons, Acts, 365-66.)

A natureza suspensa do final de Atos nos deixa sedentos para mais detalhes. Talvez possamos satisfazer-nos por esse desejo completando, cada um, a história de Atos  pelo nosso envolvimento na Boa Nova e nosso cumprimento da missão de Cristo “até os confins da terra” 1.8.

3 pensamentos em “Final feliz e novo capítulo”

Deixe uma resposta