Foi permitido

Foi permitido ao monstro se gabar da sua autoridade e dizer blasfêmias contra Deus. E ele recebeu autoridade para agir durante quarenta e dois meses.
Apocalipse 13.5 NLTH

Deus é soberano. O mal e o Maligno não têm nenhuma autonomia para agir, a não ser que Deus o permite. Na simbologia do livro de Apocalipse, fica claro que as figuras representativas do mal não podem exercer suas atividades sem a permissão divina.

A linguagem deste capítulo indica isso: “permitido” (v. 5), “recebeu” (v. 5), “permitido” (v. 7).

Teólogos falam, nesse sentido, da vontade permissiva de Deus, o que ele permite acontecer, mas meio a contra-gosto. Ele não intervém para impedir que aconteça.

Mas isso é sinal, não da sua impotência, mas da sua soberania. No seu plano, ele fará com que o mal contribua ao seu propósito e, no final, derrotará todas as forças malignas contra sua bondade.

Deixe uma resposta